Vídeos / 7 de agosto de 2015

Eu odeio te amar (com Liliane Prata)

Quando recebi a mensagem da Liliane Prata me pedindo pra ler o livro novo dela e escrever um parágrafo “daqueles convidativos” pra orelha do livro, fiquei tão mas tão MASTÃO honrada, que nem conseguia acreditar no que estava lendo. Ela foi uma das principais escritoras que me fez querer escrever, sabe. Agora me mandando mensagem no celular pedindo pra eu escrever sobre o livro dela.

Devorei o livro. Li super rápido, fazendo várias anotações e escrevendo minhas perguntas já sabendo que poderia conversar com a autora depois. A experiência foi muito incrível.

“Eu odeio te amar” conta a história da Débora, mesma personagem de “O Diário de Débora” 1 e 2, agora com vinte e quatro anos, prestes a se casar. Se fosse pra ser uma cerimônia de casamento normal, a ansiedade típica da Débora já seria divertida o suficiente pra garantir uma boa leitura. Mas no dia anterior ao do casamento, a Débora vê o futuro marido no escritório dele com outra mulher.

Foi muito legal ver como funciona a cabeça de alguém que pensa tão completamente diferente que eu. O jeito que a Débora resolve lidar com a situação é tipo o total oposto do que eu teria feito. Não vejo a hora de vocês lerem o livro também pra me contarem o que acharam!

Além das perguntas que fiz pra Lili no vídeo, guardei algumas pra postar aqui no blog, ó:

As experiências da Débora no trabalho são baseadas nas suas como jornalista?

Lili: As situações do livro são ficcionais. Imaginei uma editora bem tosca, com situações cômicas. Mas é claro que não resisti a colocar alguns casos que aconteceram com amigas minhas e uma ou outra situação inspirada em pessoas que conheci na minha vida de jornalista, mas só como inspiração, mesmo: as situações do livro foram inventadas.

Qual foi a melhor parte sobre escrever essa continuação da história?

Lili: Nossa, a melhor parte foi que eu diverti muito!! Sem dúvida! Meu último livro tinha sido o “Sem Rumo”, editado pela Planeta. É um livro que tem uma história pesada e um personagem conturbado que me fez sofrer enquanto escrevia. Já “Eu odeio te amar”, apesar de todos os surtos da Débora, é um livro bem solar, leve, pra cima, e eu ria muito escrevendo.

Conta alguma coisa bizarra/engraçada que te aconteceu quando você estava escrevendo o livro.

Lili: O Marcos, meu marido, teve uns surtinhos de ciúme quando eu comentava com ele um trecho que eu tinha escrito no dia! Ele perguntava: “Foi a Débora que fez isso, né? Não foi inspirado em você não, foi?”. Parei de comentar com ele!

Mesmo depois das prováveis mil revisões que aconteceram, tem alguma coisa que você ainda mudaria na história?

Lili: Hmmm eu gostaria que o livro tivesse 400 páginas, que foi o que eu havia escrito inicialmente, mas a editora achou longo demais. Cortamos juntas e acho que ficou melhor, mas, sabe como é, rola um apego às páginas que se foram. Quem sabe um dia eu lance “Eu odeio te amar – versão estendida” :)

Que conselho você dá pra alguém que esteja passando por alguma coisa parecida com a Débora?

Lili: Se alguém descobriu que está sendo traída, acho que tentar manter a cabeça no lugar é sempre uma opção melhor do que ficar louca/surtada/completamente pirada. Meditar antes de tomar qualquer atitude seria o ideal!


Gente, demais, né? Fala sério, nem acredito que minha vida é essa.

Como eu sabia que muitos de vocês também seguiam a Lili na época da Capricho e ficariam curiosos para ler “Eu odeio te amar”, pedi pra ela me dar duas cópias extras (além da que ela deu pra mim porque eu sou ~chique) pra sortear pra vocês aqui pelo blog!

eota1 eota2 eota3 eota4

Para ter uma chance de ganhar basta responder aqui nos comentários o que VOCÊ faria se descobrisse que seu noivo/noiva te traiu no dia antes do seu casamento. As duas respostas mais criativas vão ganhar um livro autografado pela autora!

Fiquem ligados aqui, dia 21 eu vou responder os dois comentários escolhidos e entrar em contato com os leitores para pegar as informações de envio. Deixo vocês com o vídeo extra, exclusivo também só pra quem entra no blog! #foiabota

Boa sorte!


Tags:  Liliane Prata Livros



Cintia Freitas
Sou formada em Tradução e em Marketing, gosto muito de escrever e odeio queijo. Todas as informações são igualmente importantes.




Posts Relacionados




201 Comentários

Aug 08, 2015

Pegaria a prova da traição, me arrumaria para o casamento e na hora de dizer o sim tirava de dentro do vestido a prova que eu tenho que fui traída. E saía desfilando


    Aug 11, 2015

    Bom, acho que se eu descobrisse que fui traída as vésperas do meu casamento…eu fingiria não saber de nada e seguiria com a cerimônia quando chegasse na parte do I DO eu contaria no microfone pra td mundo o que aconteceu e faria o “dito cujo” passar a maior vergonha da vida dele e iria para a minha lua de mel FOREVER ALONE!


    Aug 14, 2015

    Se eu descobrisse uma traição na véspera de meu casamento eu não compareceria à cerimônia; viajaria para a minha “lua de mel” com minha melhor amiga; gastaria todo o cartão de crédito dele em roupas, livros e festas; sairia em baladas (também pagas com o cartão de crédito dele); ficaria com MUITOS caras gatos e por fim mandaria um vídeo com todos esses episódios registrados para meu ex-noivo em que no fim eu digo: “Chupa que é de uva, gostosão!” com um beijo bem estalado na câmera!


Aug 08, 2015

O que eu faria se descobrisse que fui traída um dia antes do meu casamento? Fingia a egípcia, agiria friamente e na hora do sim, diria que fidelidade é o mínimo na véspera do casamento e que meu amor próprio está em dia!


Aug 08, 2015

Eu esperaria até o casamento (já ta tudo pago mesmo né) e na hora de dizer que aceito me casar, eu diria que “não, você não me merece!” é samblaria de salto 15 hahahahha


Aug 08, 2015

Eu faria o seguinte se eu descobrisse uma palhaçada dessa. Sairia, aproveitaria meu dia, chorraria claro (esqueci desse detalhe). Trairia ele, (sem dúvida). No dia do casamento eu ia me arrumar, ficar deslumbrante, arrasaria na entrada da igreja. E por fim, no altar, chegaria no ouvido dele e contaria que eu sabia sobre a traição e que havia feito o mesmo com ele no dia anterior. E seja o que Deus quiser!

rs
Boa sorte pra mim.

Beijo Linda


Aug 08, 2015

Cintia, para responder a pergunta, me tira uma dúvida. Eu descobri no dia do meu casamento isso ou depois de um tempo de casada?


Aug 08, 2015

Se eu descobrisse que estava sendo traída poucos dias antes do casamento, eu iria fingir que nada estava acontecendo. Iria manter meu noivo focado no casamento e não daria oportunidade para ele terminar o noivado (caso ele quisesse). E no grande dia… Eu o deixaria no altar. Simplesmente não iria ao meu casamento e deixaria o noivo mofando no altar. Enquanto isso, eu estaria viajando para algum lugar muito, muito longe.


    Aug 26, 2015

    Oi Carol! Você deu sorte! A Giovanna não respondeu o meu email, então escolhi o seu comentário como novo ganhador do livro! Achei sua resposta bem próxima da realidade, acho que você conseguiria dar o recado sem piorar mais a situação. Por favor, responda meu email até amanhã pra eu já ir ao correio enviar o seu livro e o da Daniela!


Aug 08, 2015

Eu falaria (provavelmente gritaria mas releva) :
—Sério mesmo que você fez sexo com aquele cara? E nem me chamou? Decepcionado!
E faria um saída dramática batendo as portas da igreja.


    Aug 08, 2015

    Uma*


Aug 08, 2015

Eu continuaria fingindo não saber de nada e na hora de dizer sim, eu pediria pro mestre de cerimônia repetir a pergunta no mínimo três vezes. Mandaria um ‘não’ seguido de ‘pergunta se ela não quer se casar com o -nome do amante-. E sairia sorrindo, acenando e chamando todo mundo pra festa (de casamento, afinal já estaria tudo pago. não é?).


    Aug 08, 2015

    Bom, eu faria o seguinte : Iria para casa, tentar me acalmar e não agir de cabeça quente. No dia do casamento, tudo iria correr normalmente, ou melhor quase tudo. Na hora de colocar as alianças eu faria o seguinte discurso : ” Isso aqui – mostraria a aliança a todos os presentes na cerimônia – Não é apenas uma aliança, isso aqui é o objeto que chega mais próximo de representar o amor de uma forma concreta, e para usá-lo, não basta apenas encontrar uma pessoa disposta a casar-se com você, você precisa respeitá-la, e respeitar o vínculo amoroso que vocês psssuem. E, para mim, uma pessoa que trai seu companheiro, não está pronta ainda para usar uma aliança” após isso eu deixaria a aliança no chão, olharia para minha noiva e deixaria o local, sem mais explicações.


Aug 08, 2015

Eu o deixaria no altar me esperando e não iria ao casamento,mandaria pela dama de honra um bilhete terminando tudo, e pegaria as passagens para a lua de mel e levaria uma amiga pra curtir a viagem.


Aug 08, 2015

Se eu descobrisse que fui traído as vésperas do casamento, eu iria mesmo assim só pra pegar o presentes e comer os doces. Afinal casamento só é bom se tiver comida né? Ah não podemos esquecer da lua de mel, lá na lua de Mel ia pegar todos na frente dele.


Aug 08, 2015

Primeiramente parabéns a Cíntia pela entrevista e a Liliane pelo novo livro.

O que eu faria de descobrisse que minha noiva me traiu às vésperas do casamento ?? Pergunta super difícil kk. Mas na boa, acho que não perdoaria, me separaria de vez (antes mesmo de casar, olha aí ..). Relax do jeito que sou, sinceramente, ficaria em casa com meu cachorro, comendo brigadeiro e pizza (já viu alguém triste comendo pizza ? Então). E pra melhorar a situação só precisaria do livro da Lili, né ? Hehehe.

Livro + Cachorro + Comida = Pra quê casamento, gente ?


Aug 08, 2015

Bom, ainda não sei a situação da traição no livro.
But, há casos e casos né.
Eu sou bem surtadinha! E afinal, qual noiva não fica assim às vésperas do seu casamento? Não há noivo que aguente!
Por isso, apesar de chorar e com certeza gritar com ele, tentaria conversar.
Iria para o meu casamento e ficaria linda e claro, faria questão que a “vagab****” fosse! ;)
Nada melhor que mostrar para ela, que ela foi apenas um passatempo !


Aug 08, 2015

Eu iria pro meu casamento, diria sim, tudo normal. Ai na festa eu ia discursar contando nossa história e no final incluiria o detalhe da traição. Depois me separo e tiro todo o money dele.


Aug 08, 2015

Se eu descobrisse que fui traído um dia antes do casamento pela minha noiva, eu deixaria rolar o casamento e quando o padre perguntasse “vc aceita casar com ela”?? eu diria “NÃO” daria um tapa na cara dela e correria para os braços de um Gogo Boy, isso mesmo um “Gogo boy” kkkk


Aug 08, 2015

Olha Cintia, eu acho que eu daria um jeito de conhecer essa Falsiane (como se não soubesse de nada, como se nada tivesse acontecido!), chamaria ela pra ir no dia da cerimônia e desmascararia (provavelmente essa palavra é do verbo desmascarar) o cara e a Falsiane na frente de todo mundo… e sairia da igreja sambando de salto 15 e mandando bj pra todos!


Aug 08, 2015

Eu faria o possível para levar a amante para a igreja e entraria de braços dados com ela na hora e quando chegasse lá na frente, sorriria e a entregaria para ele. Como se ela fosse a noiva. E faria questão de ter vários jornalistas para registrarem o momento haha’


Aug 08, 2015

Casaria do mesmo jeito, já está tudo pago mesmo… Depois disso largaria minha toalha molhada em cima da nossa cama todos os dias (no lado que ela dorme) até ela se encher e depois faria dois filhos com outra mulher e passaria todos os meus bens aos filhos.


Aug 08, 2015

Eu não veria nenhum problema afinal ele seria meu pelo resto da vida ( uma coisa que talvez eu me arrepender-se) enquanto aquela vagabunda só iria ter ele por uma noite (se ela não fosse melhor que eu, e ele me trocasse por ela casasse e tivesse um filho chamado toby que morreria e começaria a atuar em filmes de teror). Eu sei que pelomenos uma vez na vida eu iria querer trair a ele então faria isso sem culpa porque assim como ele eu não ou obrigado a nada (só se minha mãe mandar, aí eu sou obrigado para caralho) U.u


Aug 08, 2015

Eu o deixaria me esperando na igreja enquanto eu estaria no salão de festas curtindo com algumas amigas e uns gogoboys super gatos.


Aug 08, 2015

Entraria na igreja sambando ao som de “Foda-se”. Quando no altar, curtindo todo o choque do noivo, da multidão e do padre, diria apenas: “Como foi sua noite ontem com o Sérgio, amor?” – silêncio constrangedor (para ele, é claro!) – e, então, diria: “Vamos pra festa, gente. Meu noivo não está em condições de se casar hoje, sabem como é, o Sérgio deu uma canseira nele”.
Ahahahahahahahaha


Aug 08, 2015

se eu descobrisse que fui traida…primeiramente comeria um pote de sorvete de creme assistindo netflix.Depois,mandaria uma mensagem para todos os convidados dizendo para irem todos direto para a festa(é claro,sem contar pra ele),ele ficaria esperando horas,ate que uma hora,descobriria,obviamente,e iria para todos nós estavamos.Quando ele chegasse eu o chamaria para conversar(porque simplesmente não acho que voce tenha direito de humilhar uma pessoa so´porque ela te magoou :/ ),primeiro xigaria ele de todos os nomes existentes,depois de me acalmar,falaria que estava muito brava e que o que ele fez não era justo e bla bla bla,o expusaria da MINHA festa e no dia seguinte mandaria a conta para ele (na minha imaginação,as coisas ainda não estão pagas).Depois te tudo isso escreveria um livro chamado “como parar de ser troxa”,ficaria rica ,linda,maravilhosa,e assim ja estaria sambando o suficiente na cara dele,assim ele sabe o que perdeu.


Aug 08, 2015

Gravaria um vídeo onde contaria a todos sobre a traição e que não haveria mais casamento, e pediria para uma uma pessoa próxima dar um jeitinho de passar para todos antes da suposta cerimônia começar. Assim que terminasse, eu entraria no lugar do casamento e falaria algo como “mas, apesar de tudo, vamos aproveitar a festa!” hahaha (por favor, convidados, façam um “yaaaaay” quando eu terminar de falar e me acompanhem pra festa ç.ç)


Aug 08, 2015

Posso dizer que, de certa forma, eu posso ter um pouco do pensamento da Lili em relação a traição. Por que afinal de contas, somos todos humanos, e os desejos da carne, por muitas vezes, podem falar um pouco alto demais. Não acredito que aproveitar o dia, arrasar na entrada da igreja e humilhá-la em público seria algo digno. Caso eu descobrisse nas vésperas, com certeza conversaria com a minha noiva no privado, e tentaria – da melhor maneira possível – resolver a situação. O casamento seria de fato a melhor solução!? Será que nós nos conhecemos o suficiente para aceitar tal conciliamento!? Mas claro que, como ninguém ninguém é de ferro, eu poderia explodir sim e querer saber com quem foi ‘-‘

~ Vitor Iury Neves


Aug 08, 2015

Eu iria chamá-la pra conversar, e ver o porquê que isso foi acontecer. Já que é um casamento, sei que há um amor mútuo, então, nada melhor do que uma conversa pra esclarecer tudo. Mas lá no fundo, bem no fundo mesmo, iria ficar uma mágoa. Afinal eu perdoo, mas não esqueço.


Aug 08, 2015

Eu agiria normalmente até a cerimônia, mas depois que ele lesse os votos que escreveu para mim, ele escutaria os meus prometendo ser fiel (a partir daquele dia) a medida que pedia sua compreensão e apoio para amar e cuidar não só de mim, mas do pequenino ser que dentro de mim crescia, pois, apesar de não ser dele, ele poderia tratar como sangue de seu sangue, afinal, era de seu irmão.


Aug 08, 2015

Eu faria o seguinte: Comprava cachorro e chegava na porta da igreja e soltava ele e todo mundo ia ficar tipo “what the hell” mas ai eu iria entrar e falar “essa mulher merece um noivo à sua altura”…. adoro os livros da Débora eu preciso desse livrooooooo kkkkk, Cintia adoro seu canal.


Aug 08, 2015

Minha opinião: ser traída na véspera do próprio casamento significa ser humilhada pro resto da vida. Principalmente diante da própria família. Então tendo a ” sorte” de descobrir a traição no seu COMEÇO,MEIO E FIM, eu gravaria tudo e no dia do casamento deixava tudo acontecer como previsto e no momento de dizer sim eu pediria uns minutos para fazer uma ” homenagem” ao meu futuro marido e mostraria o video íntimo num telão pra todos apreciarem, inclusive para a família dele.
Se é pra humilhar, humilhe direito!
Um beijo Cintia!
Um beijo Liliane!


Aug 08, 2015

Eu entraria no lugar dando estrelinha, pediria para tocarem hot n cold da katy perry e iria cantar locamente dai chutaria ele do lugar e depois comeria bolo de chocolate e dançaria PAKAS.


Aug 08, 2015

Bom, vou contar uma experiência que aconteceu comigo que talvez seja um pouco parecida com a situação. Minha melhor amiga e eu nos gostamos, mas nunca houve “nada” conosco. Infelizmente tive que mudar de cidade, só que antes de isso acontecer havíamos combinado de tentar namorar, conversamos sobre e, chegamos a conclusão de que deveríamos arriscar, porque no futuro ao namorarmos outras pessoas poderíamos pensar “e se eu estivesse namorado ela/ele?” – como já aconteceu uma vez – , queríamos evitar de isso acontecer de novo. Recentemente fui visitar ela e a chamei para conversar e descobri que ela havia beijado outros rapazes, dois pra ser mais exato, durante o nosso processo de “namora ou não namora”, me senti traído, mas não a culpo, afinal de contas não tínhamos nada sério. Com isso cheguei a conclusão de que não queria mais tentar um relacionamento com ela, que seriamos apenas amigos, me senti muito magoado, e o pior é que ela também estava assim como eu. No dia em que eu ia voltar para minha cidade ela me contou que estava com uma dor no peito, angustiada. Eu estava exatamente com o mesmo, como se alguém estivesse apertando meu coração (achei que isso era só coisas de livros). Acabei desistindo de ir embora e fiquei mais uma semana hospedado em sua casa, até que ela se sentisse melhor, não queria a ver sofrer. Ela ficou bem (aparentemente) e não tocamos mais no assunto. Agora tenho certeza de que a melhor decisão que devo tomar é de a pedir em namoro o mais rápido possível, somos melhores amigos, e nenhum rapaz fará ela sorrir assim como eu faço, nenhum rapaz saberá seus gostos e manias como eu sei, assim como eu nunca irei encontrar alguém que seja tão oposto de mim como ela é (que é o charme de tudo), jamais encontrarei alguém que vai me contar piadas sem graças quando eu estiver irritado só pra me arrancar um sorriso. Enfim, se ela me traísse antes do nosso casamento (impossível de isso acontecer) e eu descobrisse, conversaríamos sobre a decisão que ela tomou, eu iria questionar o porquê disso tudo, resolveríamos tudo e casaríamos para toda eternidade, talvez adiássemos a data da cerimônia, mas certeza que casaríamos, afinal nascemos um para o outro.

Se eu ganhar o livro darei para ela. :D


Aug 08, 2015

Eu pegaria o microfone do padre/whatever e diria: gente, não vai ter mais casamento, mas vai ter festa pq comer e beber é bom demais, né? E foi tudo caro pra caralho. E diria pro noivo: você não está convidado, querido.


Aug 08, 2015

Eu contrataria um serial killer e… não não, melhor não. Plano B: Convidaria o cara que ele odeia e para ir no casamento e explicaria tudo para esse cara antes. Na hora do sim, eu diria: Não. Daria meia volta e deixaria ele plantado no altar, iria até o cara dava um beijo cinematográfico, olhava de novo para o “ex” e falava alto: Assim que se faz, otário!


Aug 08, 2015

Na hora do altar, pegaria o microfone e contaria toda a verdade na frente dos amigos e familiares fazendo ele passar pela mesma humilhação e desrespeito. Com certeza continuaria a festa aproveitando tudo o que eu tinha direito com muitos bartenders!!! Mas no fundo estaria com aquela dorzinha no peito, que só quem passa por traição pode saber. Beijos
(Cintia, amoo tu) hahahahaha


Aug 08, 2015

Eu diria para sua amante, as palavras da dona Bethe Correia direcionadas a Ronda Rousey: “Você si prepári, porque você vai cair, você vai ser nocautiáda e esse título vai ser meu! Você vai sentí o peso da minha mão! Não si máti depôr dísso!” Vai-te embora carniça! uhauha
Mas uai, se eu “odeio” amar ele, luto por ele!
*é só uma hipótese


Aug 08, 2015

Eu conversaria com o meu futuro ex noivo sobre o acontecido, e pra esfriar a cabeça, depois de romper com ele, partiria pra um mochilão (comecando por Nova zelandia)


Aug 08, 2015

Oi, tudo bem? :)
Acho que se eu descobrisse uma traição prestes a me casar, daria um jeito de fazer meu futuro (ex) marido acreditar que eu não sabia de nada, e na hora do “fale agora, ou cale-se para sempre” eu falaria que estava em dúvida, mas casava mesmo assim. Ainda falaria -um beijo pra você funalinha, te dedico minha dúvida.
Hahahahah apenas meio polêmica, e casaria do mesmo jeito, não por estar tudo pago, porque existe aquele ditado né…chumbo trocado não dói! Vai que meu marido tem um parente/amigo gato que eu não conhecia? Já aproveito a festa e me caso de novo!

Beijinhos <3


Aug 08, 2015

Sambaria na cara da inimiga, e faria ela e ele queimarem no fogo do inferno!
Afinal arrastar a cara de um ou outro no asfalto não vai me fazer diferença!
E faria questão de uma encenação minha, a qual as portas da igreja se fariam sinos em minhas mãos!
Turn down for what !!!!!!!!!!!!!


Aug 08, 2015

Seu eu descobrisse eu esperaria chegar o dia do casamento e no altar falaria:
—Não! (Para causar aquele bafão) e depois falaria — Você ainda tem a cara de pau para vim aqui na frente de todo mundo depois de ter me traído esses dias?! É lógico que eu não ti quero!
Pediria desculpa para todo mundo pelo incômodo e sairia desfilando sem olhar para trás no meio da igreja com a cabeça erguida.
Lógico que com tudo pago eu mandaria entregar o bolo da festa na minha casa antes da cerimônia, para mim comer depois, LÓGICO, e iria para a lua de mel sozinho e no destino da lua de mel conheceria alguém para aproveitar comigo o que ela perdeu. ;)


Aug 08, 2015

Se eu descobrisse que fui traído um dia antes do meu casamento eu iria sensacionalmente lindo (depois de botar muito gelo no meu olho pra desinchar de tanto chorar, obviamente) e não demonstraria que sabia do ocorrido. Na hora em que me perguntassem “você aceita ~fulaninha~ como sua legítima esposa?” eu responderia “não, porque ela não vale a pena” e daria uns tapas na cara dela, seria preso após isso, escreveria um livro com as minhas experiências na cadeia, venderia os direitos para uma empresa/emissora fazer uma série e ficaria rico morando em uma casa beira-mar com muitos animais adotados(<3) e mandaria cartas, mensagens e e-mails pra dita cuja pra ela saber o quanto sou feliz sem ela.
(brinks aparte dos tapas, mas a parte do rico gostaria muito)


Aug 08, 2015

Eu colocaria um anúncio no jornal da cidade, junto aos anúncios fúnebres, falando que o casamento não aconteceria e diria para todo mundo o motivo (traição) e como fui traida!


Aug 08, 2015

Eu levaria na esportiva gente… Traição depende das situações se for por safadeza com certeza não ia da certo. Agora antes do casamento com o desejo de ter outro homem antes de casa com uma pessoa que vai passa praticamente a vida toda, acho super normal :) Cíntia bjs…


Aug 08, 2015

Pedia um batidão para o DJ da festa e mandava um diss em forma de rap falando dos podres dele na frente de todo mundo. Thug Life!


Aug 08, 2015

Olha Cíntia, eu tirava foto de quando ele deu uns pega nela, daria um jeito de sequestra-la no dia do casamento, e em vez do meu pai entrar comigo, ia ser ela, nem que fosse algemada, mas ía. Daí iria perceber o incomodo dele e perguntaria: tem algum problema? Ele iria mentir dizendo: Não, não.
Se a cerimônia continuasse ate a hora do meu sim, olharia para ele e perguntaria com quem ele queria se casar, na certa ele me escolheria, kk, mas eu diria: se casa com ela, não foi com ela que tranzou ontem ? Ele iria me dizer que estou maluca. Então responderia: Maluca? Maluca não! Estou bem! Maluco esta você, de me trair na véspera do casamento ( jogando as fotos para toda igreja ver) me fazendo de idiota, mas não se preocupa, idiota não sou não ta! Ja conversei com meu advogado pra entrar com ação contra você, para me restituir os danos que me causou, Tim tim por tim tim.

Simples assim, bjokas !


Aug 08, 2015

O que eu faria se descobrisse que minha noiva me traiu na véspera do casamento?
Na hora que o padre me pergunta-se e todos estivessem esperando pelo meu “Sim”, eu diria:
— Falsiane (provável nome dela), se você acha que precisa transar com o Dagoberto (provável nome do canalha), ok! Mas fique sabendo que eu só fingia não ter tanto dinheiro, pois na verdade eu sou bilionário e tinha reservado nossa viagem de lua-de-mel para Dubai, ao invés de Campos do Jordão, como a gente havia planejado. Agora, já como eu não valho para você, vou viver minha vida com sua prima Maria Amélia, a qual você odiou todos os dias de sua vida. Eu e ela vamos para Dubai, e ficar lá por muuito tempo… Já você, pode ficar aqui mesmo esfregando chão como empregada e suando muito para ganhar uma merreca, que foi o que você fez sempre.
E então, estenderia minha mãe, e traria Maria Amélia para perto de mim. Estalaria o dedo duas vezes o que faria com que chegasse na porta da igreja várias limousines de última geração com muitos mordomos ao dispor meu e de Maria Amélia. Viraria para Falsiane e dançaria um samba de dez segundos, para sair triunfalmente. Entraria em uma das limousines com Maria Amélia, e as limousines sairiam pelas ruas, sendo escoltadas por várias viaturas policiais e por um helicóptero, que soltaria milhares de pétalas de rosas pretas pelo céu e também um cartaz escrito: “F*da-se”.


Aug 08, 2015

Bem se eu soubesse que alguém teria me traído ates do casamento,primeiro antes do casamento eu iria nas escondidas rasgar todo o terno dele,depois quando chegasse a data eu entraria na igreja super diva,poderosa e iria falar um NÃO e dizer que o terno dele rasgado ficaria muito mais bonito e depois sairía como se nada tivesse acontecido kkkk


Aug 08, 2015

Gostaria de ser um altor,mas um altor nao posso ser a se ganhasse esse livro eu Beijaria você!


Aug 08, 2015

Se eu descobrisse que meu noivo me traiu um dia antes do meu casamento, eu agiria da mesma forma que em qualquer momento do relacionamento. O fato é que traição não é algo aceitável em nenhuma fase da relação, se uma pessoa trai, logo ela não se satisfaz com a pessoa que tem ao seu lado. Não seria justo nem pra mim, nem pra ele continuarmos em uma relação em que a fidelidade não é algo recíproco. Logo, eu conversaria com ele, e diria que eu descobri a traição, e que por mais que eu o ame muito, o casamento não daria certo com apenas um realmente querendo viver e dedicar a vida para o outro. Assim, eu seguiria em frente sem ele e ficaria muito grata à vida por ter me mostrado que não daria certo antes que a relação se tornasse um compromisso definitivo.


Aug 08, 2015

Eu iria descobrir com quem ele teria me traido e iria conversar com ela/ele para armar um plano de no dia do casamento ela/ele entrar comigo na igreja e todos ficarem assustados. E quando eu estivesse no altar iria dizer “Escolha”, independente do que ele disse-se eu diria que não queria mais casar com ele e sairia da igreja.


Aug 08, 2015

Hey Cintia! Bom, se eu descobrisse algo assim eu iria ficar mega triste (lógico!) maaaaaaaas…
faria tuuudo ocorrer normalmente. No dia do casamento, faria com que ele me esperasse no altar. Em seguida, eu iria entrar. Mas enquanto eu entrasse, iria passar um video sobre ele e a dita cuja falando do amor deles.. detalhe: eu iria narrar o video! No fim do video eu desejaria felicidades aos namorados e diria: “as coisas que a gente ganhou no casamento, agora são meus. Beijos de luz motha foca!”
Eu daria meia volta e iria embora sorrindo e dando o dedo do meio pra ele ;)


Aug 08, 2015

Bom, se acontecesse isso comigo e descobrisse quem foi a mulher… Esperaria até o dia do casamento, faria questão de convidar ela (porque provavelmente se ela fez essa lambança com o meu futuro, não apareceria no dia do casamento, concorda?!) e na hora das alianças,pediria licença ao pastor, pegaria o microfone e pediria que a ”felizada” contasse um pouco como conheceu meu noivo. E finalmente, na hora do ”sim”, iria dizer ”não” e daria uma palavra de moral não só pro meu ex-noivo, mas para os convidados presentes também … ISSO se eu conhecesse a mulher há muuuito tempo! rsrs

E o livro? Me interessei exatamente pelo fato dela ser jornalista e também pela história, vocês falaram que ela é muito ansiosa… Quero ver quais são as decisões dela, as atitudes… Como ela lida com toda ansiedade na historia, sabe?


    Aug 08, 2015

    Bom, se acontecesse isso comigo e descobrisse quem foi a mulher… Esperaria até o dia do casamento, faria questão de convidar ela (porque provavelmente se ela fez essa lambança com o meu futuro, não apareceria no dia do casamento, concorda?!) e na hora das alianças,pediria licença ao pastor, pegaria o microfone e pediria que a ”felizada” contasse um pouco como conheceu meu noivo. E finalmente, na hora do ”sim”, iria dizer ”não” e daria uma palavra de moral não só pro meu ex-noivo, mas para os convidados presentes também … ISSO se eu conhecesse a mulher há muuuito tempo! rsrs

    E o livro? Me interessei exatamente pelo fato dela ser jornalista e também pela história, vocês falaram que ela é muito ansiosa… Quero ver quais são as decisões dela, as atitudes… Como ela lida com toda ansiedade na historia, sabe?


Aug 08, 2015

Eu chamaria o amante dela colocaria dentro de um bolo gigante e quando fosse na hora do sim ele sairia de dentro do bolo, interrompia ela e aconteceria o casamento mais estapafúrdio do mundo.


Aug 08, 2015

Eu trairia ele tambem tipo com um cara muitoooo top (nem e eu tivesse que pagar o cara, porque ner k)
Levaria ele para meu casamento e na hora do pode beijar a noiva eu chamaria o cara pedia pra ele desfila falaria sobre a traicao ,è saia da igreja no colo dele.
Como o livro è “Eu odeio Te amar” , sairia cantando “voce nao vale nada maos eu gosto de voce”… Issoo que eu faria :)


Aug 08, 2015

Nossa q resposta difícil, mas eu acho q eu usaria meu poder de convencimento pra convencer a menina q ficou com meu noivo a ir no casamento de noiva com um véu bem grosso q nao dê para ver o rosto da noiva, se ela nao não quisesse eu descobriria um podre dela pra convence-la. Ela só teria q entrar de noiva ficar de frente para os convidados, ele tiraria o véu e mostraria o rosto dela e viria o som da minha voz gravada pra igreja inteira “É você me traiu, agora case-se com sua amante”. E a “noiva” sairia correndo. E claro, eu pediria pra alguem filmasse pra eu poder ver depois a reação dele. Uma boa humilhação para o quanto eu me sentiria humilhada.


Aug 08, 2015

Comentar um troço desse é meio dificil, pq sou noiva e caso ano que vem, maaas como é por uma boa causa….
Então, se por acaso acontecesse, eu não faria um escaaandalo ou coisa do tipo, simplesmente desfaria o ‘compromisso’,mandaria o então noivo pra ponte que caiu, agradeceria a todos pelo apoio, venderia tudo que comprei/ganhei pra casa e a iria aproveitar a viagem de lua de mel comigo mesmo kkkkk #perdeuplayboy :D


    Aug 08, 2015

    E faria um música que nem nossa amiga Taylor Swift e ganharia uns milhoes kkkkkkkkkkkkk’


Aug 08, 2015

Eu não contaria nada a ninguém até o dia do casamento e bem na hora de dizer “sim”, responderia NÃO!!!! me viraria para o lado e beijaria a melhor amiga dela descaradamente. Depois saía da igreja falando: Liga pro Palhaço e fala com ele que você está o esperando. Kkkk Bjs Cíntia!!!!!!!


Aug 08, 2015

Eu obrigaria o cara a se casar com minha noiva. E enquanto os dois estão casados eu ia mandando mensagens ameaçadoras para eles, e eles tinham que viver a vida deles de acordo com o que eu quero. E quando os dois finalmente acharem que se livraram de mim. Eu ia contratar uma atriz para deitar na cama com o cara e terminar o relacionamento da minha ex noiva. Ela ia sentir na pele.


Aug 08, 2015

Já que o casamento está todo pago e cheio de comidinhas, eu iria me casar – só por causa das comidas a propósito. Nós iriamos para a lua de mel, compraríamos uma casa, adotaríamos um cachorro, teríamos filhos (necessariamente nessa ordem) , brigaríamos com os filhos rebeldes-emos-estressados-adolescentes, faríamos muitas viagens, veríamos nossos filhos se casarem e terem filhos e aí teria esquecido o que aconteceu porque percebi que ela sabe que oque ela fez foi um erro e viveríamos felizes para sempre….Mentira! Na verdade, quando ficássemos velhinhos, a caneta dela caísse, ela não poder abaixar para pegar e me pedisse para pegar pra ela, eu diria: “Ae, queridinha? O jogo virou, não é mesmo? Pede aquele outro pra pegar pra você”. Então eu pegaria um óculos de sol e minha bengala e sairia desfilando dali – só porque não estou com idade para sambar mais. Bjs Cintia!


Aug 08, 2015

Pensei muito sobre e cheguei a seguinte conclusão: deixaria o dia do casório correr normalmente e quando eu fosse entrar na igreja abririam-se as portas com muito gelo seco e seria um grande flash mob ao som de Ai que dó ( não sei se é esse o nome) da Thaeme RISOS. E pra completar sairia com todos os convidados pra festa, menos o noivo claro.


Aug 08, 2015

Se eu descobrisse que estivesse sendo traído, eu não pagaria de maneira alguma com a mesma moeda; não, eu pagaria com notas de cem. No dia do casamento, até mesmo o sol se esconderia por trás das nuvens negras que pairariam ao céu. Eu me vestiria como fosse melhor, e subiria ao altar como fosse propício. Depois de toda a cerimônia, uma certa pessoa chegaria no casamento; com o telefone da pessoa com quem eu fosse me casar, eu iria ligar para aquele com quem estava sendo traído. E o convidaria. Eu desceria então, e falaria todo cortês para que ele subisse no altar no meu lugar. Depois disso, me entupiria de bolo e ficaria vermelho de tanto chorar, mas acho que seria uma boa coisa má para se fazer. E tudo bem, ao menos os sorveteiros ficariam felizes pelo tanto que eu gastaria.


Aug 08, 2015

O que eu faria se ele me traísse?
No dia do casamento eu entraria na igreja de vestido de noiva preto e maquiagem pesada escura com um buquê de rosas pretas.
Faria essa entrada triunfante, chegaria perto do meu futuro marido e do padre e diria: “não.” Largaria o buquê aos pés do futuro marido e sairia de lá rebolando com um sorriso.


Aug 08, 2015

O que VOCÊ faria se descobrisse que seu noivo/noiva te traiu no dia antes do seu casamento?
Bom, eu contaria a ele que o que vi, pediria um tempo para pensar, cancelaria a festa e tudo mais. Compraria uma passagem para Orlando-Disney, chegando lá contaria (talvez chorando) o que aconteceu comigo para TODAS AS PRINCESAS DO PARQUE, terminando com “cuidado com seu príncipe, queridinha”, comeria todos os sorvetes da vida, faria um vídeo com todos os príncipes do parque dizendo “você não faria isso, não é?”
Depois de voltar, me casaria da forma mais simples possível, afinal, perder o amor da sua vida por causa de “uma despedida de solteiro” nem sempre vale a pena!

PS: MEU DEUS VOCÊS DUAS JUNTAS É DEMAAAAAIS, AMO <333


Aug 08, 2015

Inicialmente, parabéns pelo livro, Lili Prata. Achei a história interessante e espero ganhar um exemplar, rs. Bom, eu poderia dizer que, se eu descobrisse, iria continuar linda e maravilhosa com ele, chegaria na Igreja e casaria como se aquilo só fosse um pequeno deslize que ele cometeu e que poderiamos superar, mostrando para a “queridinha” que o anel que ela merece é apenas de látex(gente, ignora ta?). Ou eu poderia ficar louca e fazer questão de humilhar o canalha que me traiu nas vésperas do casamento, mas eu não seria capaz de fazer sofrer uma pessoa que eu amo tanto a ponto de escolher escrever uma história com ele, não, eu me conheço bem. Sou uma manteiga derretida, iria chorar e duvidar do caráter dele, pensando que dali em diante as coisas só iriam piorar, mas eu o teria escolhido para ser o homem da minha vida por algum motivo, não é? Deixaria essa história para um outro dia, secaria as minhas lágrimas e faria o possível para ter ótimas recordações daquela cerimônia. Após algum tempo iria conversar com o sujeito para finalmente poder perdoá-lo. Ou não, dependendo também da forma como se escrevesse a história. É isso o que eu acho que faria, o choro seria livre, rsrs. Mas eu casaria. PS: amo vc Cintia, sou sua fã *-*


Aug 08, 2015

Eu iria ao casamento, fazia de conta de qua nada tinha acontecido, então na hora de dizer SIM eu falaria NÃO e ficaria com o cara mais bonito da fasta e iria aproveitar a lua de mel com ele ! Hahahaha…
Se for o Lipe que trio a Débora, cara provavelmente foi algum mal entendido porque ele ama muuiito ela, depôs de tudo que passaram ele fazer isso! :O


Aug 08, 2015

O que eu faria se descobrisse que fui traída um dia antes do meu casamento? eu enfiaria o buque de flores na butt dele pra deixar de ser sem vergonha kkkk, mentira faria isso não sou uma pessoa civilizada sqn!!!!!!


Aug 08, 2015

Olha, eu acho que perguntaria:
– O que você sente por mim? Houve arrependimento?
Caso a resposta fosse satisfatória, deixaria o casamento começar, e quando estivesse perto do Padre finalizar ia parar o casamento e contar para todos os convidados o motivo. Sairia com fama de CHIFRUDO, mas todos saberiam sobre o que ela fez, ficaria mais sastifeito! Um pouco cruel, mas é a vida!


Aug 08, 2015

De repente – e nossa foi muito de repente- eu entrei no escritório dele e o vi sentado na cadeira escrevendo uma linda carta de amor para mim no dia anterior ao nosso casamento. Essa é a visão que eu gostaria de ter, mas a verdade é que ele estava sentado sim, porém havia uma mulher sentado em cima dele. Ah, tudo bem, pode ser uma daquelas amigas de infância que dão selinhos carinhos (se você souber como eu chamo essas “zamiguinhas”), você deve ter pensado, mas não, não é uma amiga, porque eles estavam meio pelados e fazendo alguns movimentos. Minha reação? Eu tinha uma faca na bolsa cinza que combinava com meu sapato é claro, eu desembainhei-a como um guerreiro de Esparta, me lancei contra eles e cometi meu primeiro homicídio. Só que não, eu sai de fininho, dei um jeito para a porta não fazer barulho passei pela secretária que estava com uma cara de quem diz: – Senhora, ainda bem que descobriu quão safado é seu futuro marido – desfilando como a Beyoncé pronta para um show. Eu estava pronta para um, e o fiz, ali no banheiro da empresa. Berros e soluços. O que eu iria fazer agora? O que falar para os meus pais e amigos? Tal vez chegasse em casa contando no jantar: “Bom gente estou muito feliz – com o sorriso mais falso e idiota do mundo – Hoje quero dividir com vocês que amanhã não irei mais me casar, pois de manhã vi meu futuro marido em um ato de fornicação com uma loira falsa no seu escritório. Todos ficariam boquiabertos e atônitos, eu apenas me sentaria e comeria a linda Alcachofra posta na mesa perguntando com a boca cheia para a tia ao lado: – Cê quer?
O problema é que eu não conseguia ser tão madura assim diante de uma frustração ainda mais quando você sabe que ama o cara, que acreditou nas palavras doces que ele disse quando se ajoelhou e ti fez o pedido. Que dormiu com a rosa que ele mandou para você e se furou com um espinho esquecido nela. E quando você dormiu com ele pela primeira vez (Pelo amor de Deus estamos em pleno século XXI, é só o vestido que é branco, porque vi ele na loja e me apaixonei) e acordou primeiro para se maquiar e não deixá-lo ver sua cara de medusa.
O que fazer? Fui para casa com aquela pergunta na cabeça. Uma hora depois não me lembro do percurso nem de como cheguei em casa viva (espero que nenhum guarda de trânsito esteja lendo isso). Vi minha mãe preparando coisas, meu pai ligando para pessoas, minha irmã que amo, mas que é invejosa pintando as unhas, não fiz nada, não falei co ninguém, apenas subi as escadas, fui para o meu quarto e pensei.
Meia ora depois eu liguei para ele, que demorou alguns segundos e atendeu:
“Oi amor, tudo bem?” Ele estava ofegante, na certa tinha acabado a pouco tempo.
“Oi, estou ligando para dizer que voltei atrás.”
Ele sorriu desconcertado perguntando:
“Vol..Voltou atrás com o que? Como assim?”
“Desculpa, por que infelizmente eu te amo, mas não quero me casar com você… Ele me interrompe
“Débora, pelo amor de Deus! O que está acontecendo? Foi algo que fiz ou falei?”
Eu juro que queria dizer: Claro imbecil, a loira com quem você estava transando já saiu do seu escritório, ou ela ainda está ai ouvindo você tomar um pé na bunda da da sua noiva chifruda? Mas minha resposta foi:
“E que… Eu estou grávida. Mas de outra pessoa!”
Meu Deus por que eu falei aquilo, isso parece coisa de filme Americano. Mas foi a única coisa que me veio a cabeça. Sim grávida, depois eu diria a ele a verdade, e… e acho que agora sou eu quem está encrencada.


Aug 08, 2015

Contrataria uma equipe de filmagem e detetives para saber quem é a moça com quem ele estava ou está saindo.
Contrataria algumas moças para sair com ele na noite anterior ao casamento. A equipe de filmagem iria gravar todo o encontro inclusive o quarto de hotel tbm teria cameras instaladas.
No dia do casamento todas as moças estariam na igreja na primeira fileira, toda a filmagem da noite anterior seria exibida.


Aug 08, 2015

MUITOOO SIMPLES UM DIA ANTES É O SUFICIENTE PRA EU MANDAR TODAS AS CONTAS DO CASAMENTO COMO VESTIDO, BUFFET ,LOCAÇÃO DO LOCAL , MUDARIA A LUA DE MEL PARA O HOTEL MAIS LUXUOSO QUE POSSA EXISTIR NA FRANÇA PONHO TODAS ESSAS CONTAS NO NOME DELE FAÇO A LINHA DE NOIVA FELIZ E ENQUANTO ELE ME ESPERA NA IGREJA EU PEGO O AVIÃO RUMO A FRANÇA LINDA MARAVILHOSA tomando meu Champagne Taittinger, de preferência a Comtes de Champagne Blanc de Blanc. E APENAS MANDO ENTREGAREM UM BILHETINHO PRA Ele NA IGREJA DIZENDO CASE COM A GUENGA QUE VOCE PEGOU ONTEM E NAO ESQUEÇA DE PAGAR TODOS OS PREPARATIVOS DO CASAMENTO AMORZINHO Au Revoir ;)


Aug 08, 2015

Mano,eu cortaria os Países Baixos dele.N tem outra solução,ou é isso ou isso mesmo.


Aug 08, 2015

Faria uma lista do que fazer … Primeiro : faria compras no sex shop e uns Explosivo …. Segundo : pegaria todas as DST graves possiveis …Terceiro marcaria com quem meu marido me traiu , para agente fazer um amor gostoso tb … Ai faria o amor gostoso sem meu amor chegar do trabalho quando ele chegasse que visse eu e o amante dele , eu o chamaria para fazer o amorzinho gostoso tb … Usaria os brinquedinhos eróticos para dar o melhor sexo da vida dos dois … dps de muito tempo repetiria o sexo varias e varias vezes e dps falaria para eles que tavam com doenças sexuais a anos e que sabia a traição , dps faria a linha terrorista e explodiria a bomba depois de falar sobre as doenças . (Morrendo divamente e vingada). ^^ 3:) Sou um anjo não ? SRRSSRSRSRSRSR


Aug 08, 2015

Chamaria uma amiga e sumiria com as passagens da Lua de Mel.


Aug 08, 2015

Se eu descobrisse que fui traído eu ia querer dar emoção ao casamento. Tipo, procurava a pessoa que meu cônjuge me traiu e mandava entrar na igreja na hora de falar os votos e dizer: “PARE O CASAMENTO! Eu sei que você me ama [nome]”, ia ser muito legal….


Aug 08, 2015

Eu ficaria realmente abalada… minha resposta emocional poderia ser qualquer coisa entre extravasar todo o meu sentimento gritando muito alto e/ou pegando um avião e saindo em ”lua de mel” sozinha com um pote de sorvete napolitano. Mas a verdade é que, a Renata prestes a casar é uma Renata diferente da de hoje, mais madura, e se eu cheguei ao ponto de resolver me casar, tenho certeza de que teria uma excelente razão, que seria realmente com a pessoa ideal, com a pessoa que faria com que eu quisesse nos dar uma outra chance, uma pessoa que faria com que o rancor ficasse para trás. Eu cancelaria o casamento e faria o possível para superar e reparar a situação com o meu parceiro, uma atitude que com certeza a Renata de hoje não seria capaz de realizar.


Aug 08, 2015

eu largaria ele no altar e iria pra balada dançar ate de manhã


Aug 08, 2015

Faria um casamento de mentira e na hora que ele falasse sim ia ficar prestando atenção na cara de pau dele. Na hora do meu sim eu diria um: não! E sairia do casamento. Ou pedir um ressarcimento do dinheiro do casamento pra viajar.


Aug 08, 2015

Eu deixaria ele me esperando no altar e viajaria de lua de mel sozinha.


Aug 08, 2015

Não teria sangue frio p levar a cerimônia e terminar no altar como o pessoal sugeriu. Acho q eu cancelava tudo p ninguém ter q se arrumar p ir numa festa q não ocorreria. E sumia do mapa pelo tempo q fosse a lua de mel e viajava sozinha p pensar na vida, no universo e tudo mais, tipo no filme comer rezar e amar. Se tivesse uma amiga q topasse ir comigo, tipo Telma & Louise, melhor ainda!


Aug 08, 2015

Bem, eu me vingaria dele, pela traição! Um namoro de mais 8 anos, não poderia acabar nessa safadeza! Eu amarraria meu ex em uma cadeira, de frente para uma tv, onda passaria cenas felizes minha com meu atual, seria como 24h PARA SEMPRE, hahahaha Ao fundo, Kelly Key com o clássico da adolescência, BABA BABY. UM TORTURA SEM FIM, por que sim, ele mereceu! hahahaha


Aug 08, 2015

eu iria pra casa me acalmar, iria dar um jeito de conseguir provas da traição e no dia do casamento iria mais cedo pra igreja e fingiria (ou não) que ia casar com outra pessoa e depois mostrava pra todos o que ele fez hahahaha, pelo menos era isso o que eu iria tentar fazer, talvez eu acabasse chorando e me perguntando o que eu fiz (ou não fiz) pra merecer isso auhsuahsuahs mas se isso acontecesse eu iria pensar f*da-se e ia trair ele também (e me arrepender amargamente por ser tão idiota quanto ele por fazer isso ashuahsuahs).


Aug 08, 2015

Eu pegaria as passagens para a lua de mel e convidaria meu bff para me acompanhar nessa viagem. Iriamos curtir a beça e bombardear todas as redes sociais com fotos incríveis!


Aug 08, 2015

Nossa, eu seria uma vaca. Eu teria adiantado a lua de mel e deixaria o estúpido no altar do casamento me esperando. Hehe. Depois da MINHA viagem maravilhosa, ele, logicamente, estaria me procurando e quando encontrasse, eu falaria que tinha me enjoado dele, queria um cara com mais gás porque esse aí estava muito paradão.
É NÓIX, CINTIA. #QUEROUMLIVRONOVO


Aug 08, 2015

Eu iria correr para um bar, beberia todas, cantaria músicas de corno em um karaoke, contava minha vida toda para o garçom e depois me afogaria em lágrimas pensando que a mulher da minha vida não me ama mais. Ou seja, viraria o novo Reginaldo Rossi.

Ah, e obiviamente não apareceria no casamento…. Porque estaria de ressaca!


Aug 08, 2015

Eu contrataria um gogo boy para celebrar o meu casamento, quando chegasse na parte do aceito e eu falasse um não bem convicto na cara, o gogo boy subiria em cima da mesa, começaria a dançar e arrancaria as calças e em um lado da bunda teria “FDP” e no outro “Se fuder”. Quando o gogo boy virasse de frente e tirasse a camisa estaria escrito “not today” na barriga dele. Então começaria a tocar o trecho de The Clainsman do Iron Maiden que o vocal canta “Freeeeeedooooooom, freeeeeeedooooom” enquanto desceria uma tela, que posteriormente, tocaria o vídeo “no boyfriend? No problem!” e por fim eu sairia do recinto ao som de RuPaul’s Sissy That Walk! Talvez colocasse umas explosões no fundo, para ficar mais fabuloso e explosões são legais.


Aug 08, 2015

Eu pegaria a prova da traição e iria pro casamento. No dia do casamento, eu entraria na igreja com outro cara e falaria “Você não me merece, mas ele sim.” e eu iria embora pra festa pq né… Comida e iria pra lua de mel com a minha melhor amiga. ASUHASUHSAUH


Aug 08, 2015

me casaria como se nada tivesse acontecido e o trairia até ele descobrir.


    Aug 22, 2015

    Giovanna! Você ganhou o livro!!! Sua resposta foi simples, objetiva e uma das primeiras que a Lili leu e gostou! Mandei um email para você pra saber seu endereço, por favor responda até dia 24, segunda-feira! Até o final da semana já deve estar na sua casa :)


    Aug 26, 2015

    Oi Giovanna, infelizmente você não respondeu meu email no prazo então tive que dar o livro pra outra pessoa :(


Aug 08, 2015

Eu agiria como se nada tivesse acontecido, faria tudo normalmente, até a hora da festa, onde eu iria barrar a entrada do traidor. Assim, ia aproveitar bem melhor a festa


Aug 08, 2015

Eu com certeza não cancelaria o casamento, afinal a festa ta toda paga né meu, não da pra jogar comida e festa fora desse jeito! Sairia pra curtir a noite, e gravar um vídeo pra ele dançando, super na animação, e fazendo a repórter e perguntando o que a galera achava sobre traição. Mandaria os convidados irem direto para a festa, e ligaria pra ele fazendo a cínica, falando que estava com saudade e tal e não esperavaaaaaa pelo casamento. Ele é claro, ficaria plantado lá, todo nervoso apenas com um padrinho ( que no caso seria um cúmplice meu, e nós combinaríamos pra ele ficar lá, tipo fazendo comentários que o deixassem mais nervoso ainda) e de repente -TCHAM- Um vídeo começaria a rolar na igreja, eu estaria fazendo mistério e tal, falando que estaria esperando ele no local da festa ~tipo um caça ao tesouro hahaha~ Quando ele chegasse na festa, o vídeo da noite e as reportagens estariam passando, além de informações, fotos e momentos um pouco constrangedoras sobre ele. Ai eu daria ovos, bexigas de aguá, E UM MONTE DE QUEIJO NOJENTO para os convidados jogarem nele -óbvio tudo combinado antes- E ai mandaria ele embora de lá porque a festa seria minha!!! Pegaria a chave da nossa futura casa, então ele não teria pra onde ir. E POR FIM pra completar a revenge hahaha… infestaria a empresa dele de cartazes falando que ele é um super traidor, que ninguém merece ele, e é claro né, as informações, momentos e fotos constrangedoras também estariam por toda paaaaaaaaarte. E na segunda quando ele fosse trabalhar ” SURPRISE BITCH!!!!”

É, acho que é só isso mesmo! hahaha


Aug 08, 2015

Meu nome é Débora e namoro com Filipe a 4 anos… Bem eu sou inscrita no seu canal e a algum tempo atrás vi em um vídeo falando sobre o Diário de Débora, fiquei curiosa, mas com a correria esqueci de contar pra Filipe e de comprar tbm. Hj quando eu estava assistindo mais um vídeo dos seus vídeos acabei descobrindo que Débora faz/fazia par com um Felipe, fiquei empolgadíssima e liguei pra Filipe, nisso ele n aguentou e disse que por algum motivo que eu ainda n sei ele tbm descobriu o Diário de Débora comprou e ficou espantado com o quão ele descreve a nossa história, ficamos bobos com mais uma coincidência. Por recomendações dele eu parei de procurar saber sobre os dois livros já que, segundo ele eu vou ficar tão impressionada quanto ele quando ler. Agora estou aqui ansiosa pelos dois livros, espero que no fim tudo se resolva bem! Quanto a traição acho que não teria reação na hora, mas arrumaria um jeito de viajar pra bem longe e afogar as mágoas em Paris, afinal quem é triste em Paris?


Aug 08, 2015

Então… se eu descobrisse que fui traída na véspera do meu casamento, eu arrumaria uma malinha bem linda com as minhas coisas básicas – porém essenciais – deixaria uma mensagem, carta, bilhete ou coisa do tipo para os meus pais explicando que está tudo bem e para não se preocuparem que eu mandaria notícias. Passaria no banco e faria algumas alterações na minha conta, como aplicações e saques. Depois me dirigiria para o aeroporto e compraria uma passagem de avião para algum lugar bem aleatório, cujo o meu humor ou a escala de voos poderia definir no momento e sumiria no mundo por tempo indeterminado. Tipo umas férias, sabe? Compraria um celular novo com chip local, bloquearia o ID e mandaria eventuais mensagens para a minha família dizendo que está tudo bem e manteria o aparelho desligado.
Aproveitaria ao máximo a viagem de caráter itinerante e me permitiria a conhecer coisas, pessoas e culturas novas. Quando o meu dinheiro estivesse pela boa, eu voltaria da mesma forma que fui, sem avisar ninguém. Seguiria a minha vida aqui procurando um novo emprego e me faria de desentendida quando alheios me perguntassem sobre o casamento. “Casamento? Eu? Não… não estou sabendo de nada.” Explicaria aos mais próximos que precisei de um tempo pra mim e gostaria que respeitassem a minha escolha e o meu passado. A vida segue e se me amam de verdade, se esforçariam para compreender e respeitar o meu ato, também respeitando o meu espaço e privacidade sem insistir no episódio e sem forçar o assunto. Nos adaptaríamos a essa mudança, pois eu estaria apenas interessada em aproveitar a minha vida e ser feliz do meu jeito.


Aug 08, 2015

Me certificaria de pegar as passagens da lua de mel, vestiria um vestido incrível, entraria na igreja e avisaria a todos que não ia ter casamento, mas que a festa estava garantida. Provavelmente não ficaria muito na festa, porque ainda estaria abalada. No dia seguinte eu viajaria com minhas amigas para Vegas para viver uma versão feminina de ‘Se beber não case’ :)


Aug 08, 2015

Continuaria agindo normalmente com ele(sendo amorosa e tal) como se nao soubese de nada e no dia do casamento nao iria e quando ele me procurasse para saber porque nao fui eu iria dizer: a mulher que tem que casar com vc nao sou eu e sim aquela vaca com quem vc me traiu.


Aug 08, 2015

Primeiro, não contaria a ninguém. E aí começa o plano: O casamento está pago, logo não tem como cancelar tudo, mas ela não participaria da festa. Imprimiria uma foto do rosto do outro como uma máscara e guardaria por baixo do meu paletó. Imprimiria uma para ela também, mas a dela seria em branco para combinar com o vestido e estaria, na testa, escrito: SOU TROUXA E SEI DISSO.
Na hora do sim, diria que tenho uma surpresa para ela, que saberia que eu adoro coisas feitas à mão, colocaria a máscara nela sem deixá-la ver o que estava escrito. O padre perguntaria se eu aceitava, eu então diria que eu não, mas acho que o outro poderia querer e ela preferiria o outro mesmo, certo? (perguntando para ela). Tudo isso enquanto colocava a máscara. Mas diria que duvido que ele aceite também, afinal, quem quer alguém que TRAI O PARCEIRO UM DIA ANTES DO CASAMENTO COM ( insira o nome aqui ) NO PRÓPRIO ESCRITÓRIO, anunciando para todos. Até porque eu também mandei uma mensagem no seu celular pra ele, com você dizendo pra ele aparecer e parar o casamento… hum(procurando)… poxa, acho que ele não veio. Uma selfie? Não? OK, então.
Pegaria meu celular, tocaria Turn down for what, colocaria óculos escuros e sairia da igreja, mas não antes de dizer para todos que a festa ainda estava de pé.
EXTRA: A mensagem
amor
n vou casar
eu te amo
vo dexa ele no altar
vai no casamento e diz pra para
diz que tu me ama
aí agente vai pra tua casa

A resposta dele:
ta loca?
tu pode arranja outro
some da minha vida

Obs.: Eu realmente gosto de artesanato.


Aug 08, 2015

Ninguém gostaria de experimentar a dor de ser traído, mas se isso me acontecesse e se o meu companheiro admitisse o erro, mostrasse sincero arrependimento e se esforçasse para não voltar a fazer o mesmo seria capaz de perdoar. Isso porque tenho a noção que muitas vezes agimos por impulso, eu própria já o fiz, e em algumas vezes magoei pessoas muito amadas, e desejei muito ser perdoada. Por isso, a questão é o quão arrependido estaria o meu companheiro. Depois do perdão deveríamos encarar a situação como uma oportunidade de construir um relacionamento novo e mais forte. E se ambos estivéssemos determinados a salvar a relação, seriamos bem-sucedidos com certeza.

E.J.A


Aug 08, 2015

Eu não apareceria no casamento e viajaria pra uma “lua de mel” sozinha!
Na hora do casamento, só enviaria uma carta, e sem ele saber de nada, ia pedir para quem entregasse, dissesse que era uma declaração minha antes de entrar no casamento, para ele ler: “Não haverá mais casamento. Você escolheu me trair, e eu, escolhi te deixar. A viajem está ótima. Adeus, babaca! (meu nome)”


Aug 08, 2015

Eu viraria amiga da amante e pagaria para ela aparecer no meio da cerimônia e fazer um discurso de amor para ele, revelar a traição e tudo mais. Depois das revelações, eu falaria “UFA” e correria para a saída (ainda daria um high-five na mulher) e iria aproveitar a viagem da lua-de-mel com a minha melhor amiga.


Aug 08, 2015

Se meu noivo me traísse as vésperas do casamento eu certamente não falaria a ninguém até o dia.
Gastaria todo tempo que tivesse me dedicando a escrever todo o ocorrido no vestido branco até que o cobrisse todo de caligrafia. Entraria com ele na igreja. Nas mãos, uma plaquinha: você me traiu. Talvez alguma prova adicional anexada à placa.
No altar, tiraria o vestido e entregaria à mãe do noivo.
Sairia de combinação pela porta e sumiria até me recompor.


Aug 08, 2015

Como as todas as coisas já estariam pagas, assim imagino, a cerimônia com as decorações daria pra outra noiva por aí. Agora a festa e a lua de mel, que seria um viagem com certeza, não se pode desperdiçar um coisa dessas. Mesmo não sendo festeira e que só fica em casa assistindo seriado, faria aquele festão com direito a que for, com qualquer tema, as pessoas serias as mesmas do casamento, com exceção claro do traidor, e outros mais convidados dos convidados. Os presentes pegaria tudo pra mim porque mereço e gosto de presentes, ainda mais de casamento que são caros, posso revendê-los. A viajem faria com alguns amigos pra dar uma de turista bebedeira, iria encontrar meu limite de álcool por bem ou por mal, que a propósito acho que é baixo mesmo. Já o vestido, caso comprado eu revendo junto com alguns presentes, economizar é tudo.


Aug 08, 2015

Quando visse essa cena, aconteceriam três coisas:
PRIMEIRO: Ficaria chocada e logo em seguida começaria a ter falta de ar, depois gritaria, os dois iriam se assustar, ele ficaria com cara de “o que está acontecendo” e ela “quem é essa mesmo?”. (Isso aconteceria no estúdio dele, onde ele disse pra mim que faria alguns “sons” pra “relaxar” pois estava muito “nervoso” pro casamento.)
SEGUNDO: Iria em direção a ele, e diria: “muito obrigada por demonstrar seu lado verdadeiro antes que eu perdesse meu tempo”.
TERCEIRO: Sairia enfurecida, iria direto pra casa e prepararia uma mala simples e faria o que sempre quis: viajar pelo mundo, pra tentar entender e definir meu novo conceito de vida.

As partes ruins acontecem para que algo bom venha depois, então depois desse choque de realidade e após uns meses aproveitando verdadeiramente minha vida, escreveria tudo, cada detalhe, cada pensamento, e colocaria tudo no tão sonhado livro que ele tanto disse que eu deveria deixar pra depois.


Aug 08, 2015

Se isso acontecesse comigo eu iria fazer ele engolir a aliança, iria quebrar o carro dele e iria passar rapidamente pela casa da minha sogra pra falar umas verdades pra ela… Depois iria entrar em contato com os convidados pedindo desculpas pela inconveniência, porque não teria mais casamento…eu iria devolver todos os presentes. E por fim, se eu conseguisse alguma prova da traição, iria entrar na justiça e tentar uma indenização pela perda de tempo (namorando um traidor) e dinheiro (gasto nos preparativos da festa). Com o dinheiro da indenização eu iria chorar lá em Paris… até achar um bofe confiável pra recomeçar a vida amorosa…rsrs


Aug 08, 2015

Eu gravaria um vídeo dizendo que descobri a traição e que era inaceitável, publicaria o vídeo e partiria para uma viagem longa em um lugar distante.


Aug 08, 2015

Tiraria foto da traicao,
faria uma noite inesquecivel um dia antes do casamento, no dia no casamento faria um slaid com todos os momentos de nossas vidas dez do dia em q nós nos conhecemos ate um dia em q ele me traiu… e escrevia uma frase terrivel no final encosivel game over ou perdeu play boy,voltava e falava assim no ouvido dele so nao se esqueca que o mundo da voltas hj sou eu amanha pod ser vc e ia curtir a festa afinal to pagando kkkkkkk isso ao algo parecido kkkk bjao


Aug 08, 2015

Chamaria minha mãe pra ir na lua de mel ;)


Aug 08, 2015

Eu fingiria que não sabia de nada, escolheria tudo do mais caro (óbvio que ele iria pagar com seu próprio dinheiro), na hora do mais desejado sim, eu diria não e como o irmão dele seria nosso padrinho, ele estaria perto do altar, eu iria até ele é beijaria ele na frente de todo mundo. Depois de feito isso, sairia da igreja como se nada tivesse acontecido.


Aug 08, 2015

Bom, se eu decidi e aceitei me casar com esse cara, é pq já estamos algum tempo juntos e pq confio e o amo.
Se às vésperas de nosso casamento ele me traísse, eu sentaria com ele e teria uma conversa sincera com ele. Perguntaria o que o levou a agir dessa forma e perguntaria se ele se arrependeu do casamento.
Eu acredito que se um longo período de relacionamento for acabar por única traição, eu mereço ao menos saber o que levou a essa traição.

Lili, seu livro é lindo e eu estou mega curiosa pra saber o que a Débora fará em relação a essa situação.


Aug 08, 2015

Bom,é difícil falar o que eu faria sendo que não aconteceu porém acho que eu ia querer me vingar não sei na minha cabeça vem tipo no meio da cerimonia beijar a mulher mais bonita que tiver lá,só que não sei se teria coragem,bom na hora da raiva acho que teria sim viu haha.Sou muito fã do canal <3 me escolhe por favoor hahaha beijos <3


Aug 09, 2015

Eu iria pegar meu carro e jogar meus livros dentro e iria para uma praia ou montanha, pois quando se tem ódio pelas pessoas nós temos sempre teremos amos pelos livros. E QUERO MUITO LER NESTA PRAIA/MONTANHA “EU ODEIO TE AMAR”, para minha história ter sentido. :)


Aug 09, 2015

Se isso acontecesse, eu simplesmente armaria uma rede em cima do altar e na hora da cerimônia deixaria milhares de livros “Eu odeio te amar” caírem na cabeça do panaca pra ver se ele aprende com a Débora o quanto trair é ruim! kkkk


Aug 09, 2015

Caso o futuro noivo não saiba que descobri a traição, agiria normalmente, contudo no dia do casamento diria “NÃO” no altar, e ressaltaria que ele não merece o meu amor e que encontrei o meu verdadeiro príncipe encantado. Então, encontraria o Caio Castro, que chegaria em seu cavalo branco, me daria um beijo e aparentemente me levaria embora para o seu castelo no alto da montanha.


Aug 09, 2015

Se acontece-se comigo, eu iria ligar ao pessoal da decoração e dizer que o casamento foi cancelado, e ligar para o pessoal das comidas e bebidas e mandar entregar tudo la em casa,no dia do casamento não ia ter tem nem decoração nem noivo, só a noiva e os convidados, sem entender nada, enquanto eu estaria em casa dando uma festa e curtindo com os amigos as bebidas e as coisas que era para ser para o casamento, depois no dia seguinte eu ia la terminar tudo com ela.


Aug 09, 2015

Eu casaria normalmente, linda, diva e maravilhosa, e, no momento da festa que os noivos fazem o discurso, eu iria dizer que sabia da traição, jogaria bolo na cara dele, e, iria lindamente aproveitar o buffet porque, afinal, gente… É um casamento e tem muitas comidas deliciosas.


Aug 09, 2015

Se isso acontecesse comigo, eu fingiria não saber nada, e no dia do casamento prestes a dizer o tão esperado SIM, discursaria : hoje nesse dia tão especial seja o início da verdadeira felicidade e liberdade dessa pessoa tão incrível, que soube ser leal e fiel a ela mesma, Eu!
– A pessoa ficaria com a maior cara de tacho, provavelmente!
E diria mais:
Curtam a festa pessoal, celebrem a alegria e principalmente a liberdade!!!

*traição não é algo tão simples e se a pessoa realmente amasse não a teria feito!

Beijos Cintra!


    Aug 09, 2015

    – Beijos Cíntia
    * Odeio esse corretor automático!!! kk


Aug 09, 2015

Ficaria sem reação, como a Cíntia ficou quando a Lili a agradeceu!


Aug 09, 2015

Eu iria até o casamento, tranquilamente, com um plano minucioso já arquitetado. Faria tudo ser lindo; sorriria para ela enquanto o padre falasse toda aquela bela coisa e na hora do sim, eu olharia dentro dos olhos dela, até permitiria que meus olhos cintilassem e transluzissem o meu “amor” por ela e então diria: Desculpa, não. – olharia para os convidados – Sabe… Não estou afim de pegar doença, beleza? Em sua orelha delicada, sussurraria: Vagabunda.
Nessa altura, enquanto buchichos eram entreouvidos, eu desceria do altar epicamente e uma mulher linda de morrer entraria na igreja, desfilando, jogando os quadris para os lados, vestindo um vestido vermelho, com curvas excitantes e pernas digna a deusa e a tomaria em meus braços e a beijaria como nunca beijei outra mulher na minha vida. No final do beijo/amasso delicioso, eu olharia para a minha ex-noiva e sorriria descaradamente e ainda daria uma piscadela para eternizar aquele lindo momento que estaria marcado em sua vida pelo resto dela. Iria para o lado de fora da igreja, com algumas pessoas me seguindo, subiria numa moto preta e prateada, daquelas americanas, toda rebaixada e sairia dali com a garota perfeita.


Aug 09, 2015

Definitivamente, eu não ficaria “louca/surtada/completamente pirada”. De acordo com meu espirito não barraqueiro (rsrs) nem conversar eu iria, seria tipo “Serio? Serio MESMO?” KKKKKKKKKK e AÍ, quando ele começasse a tentar argumentar, eu cortaria logo e terminaria (Se fosse casada, eu mesma sairia de cada, pq não quero perder tempo). Quando a conversa é traição (De amigo, irmã ou namorado) eu sou bastante radical, mas tentando manter a linha, pra não perder a razão. Sim, eu sou muito razão, e menos coração. Acho que isso ajuda nessas horas, né?!


Aug 09, 2015

Se eu descobrisse que fui traído um dia antes do meu casamento? Bom primeiro eu iria agir normalmente e trataria a pessoa com o maior amor do mundo e mostrar para ela que eu amo muito ela e que eu não trairia ela por nada, para ver se ela se sentiria mal com a situação ou não! Se ela não se sentir mal eu iria esperar a hora do casamento e quando o padre perguntasse se a gente aceita casar um com o outro eu iria falar: (espere um minuto por favor que a minha noiva tem uma coisa para falar pra todos vocês) e nessa hora eu chegaria no ouvido dela e diria: (já sei que você me traiu, ou você fala pra todo mundo aqui ou eu falo) e então todos iriam ficar sabendo e o casamento iria acabar, mas mesmo assim eu seguiria a minha vida normalmente, até porque a gente não pode se deprimir por uma pessoa que não nos merece!!
E é isso, espero que eu ganhe haha estou doido para ler esse livro! Beijo


Aug 09, 2015

Eu diria a minha noiva: “Eu odeio te amar”. O resto fica implícito nesta frase.


Aug 09, 2015

Se eu descobrisse que meu noivo me traiu um dia antes do casamento eu simplesmente cancelaria tudo e terminaria com ele. Se ele não me respeita nem antes do casamento, imagina depois?
Não é uma resposta criativa, mas é o que eu faria kkk


Aug 09, 2015

Iria arrumar provas concretas da traição e as guardaria comigo até a hora do casamento, a pessoa com quem meu ” futuro marido ” me traiu teria que ir ao casamento, faria questão disso, e que ela ainda ficasse bem na frente ! Contaria apenas para meus pais sobre a traição e como iria expô-la, que é da seguinte forma : Com as provas da traição em mãos, o primeiro passo é passa-las para um pen-drive e na hora do casamento ao invés de passar as fotos de casal e essas coisas, tais provas que seriam projetas bem no esperado momento do ” aceito ”, tudo isso com um fotógrafo por perto para fotografa a reação dos safados! E lógico … as contas do casamento seriam todas transferidas para o nome dele, desde o vestido até o bufete para aumentar um pouca a polêmica desceria do altar, e entregaria a aliança, o buque e até o véu para a tal pessoa com quem meu marido meu traiu e sairia desfilando da igreja. Sozinha em casa, choraria litros e litros, uma vez que sou muito sensível, e depois, é claro que iria para a minha lua de mel com uma amiga. Ao menos teria saído por cima da carne seca na igreja, tudo com classe e sem barraco é claro !


Aug 09, 2015

Entraria na igreja com um vestido de noiva, preto, um véu, preto, no rosto e um buque preto- por baixo do véu uma maquiagem de palhaça. Ele com certeza se assustaria, mas o convenceria de que aquilo era uma promessa que eu havia feito. Convencendo-o, prosseguiríamos com o casório, no momento de dizer sim, tiraria o véu e ele veria a cara de palhaça, olharia fixo para ele e diria- NÃO; para fechar com chave de ouro sairia alguém da platéia (tudo combinado) e eu beijaria esta pessoa, jogaria o buque no meio dos parente dele, de preferencia na mãe, e sairia de mãos dadas com o sujeito que eu beijei. Tendo as provas da traição eu o exporia nas redes sociais. kkkkkkkkkkkkkkkkkk

“TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA- Esse acontecimento faria jus a frase: Se não fosse trágico, seria cômico. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Aug 09, 2015

Eu leria o livro da Liliane Prata pra ver que jeito eu poderia dar nessa história. Quem sabe não sai um livro também?


Aug 09, 2015

Se descobrisse na véspera não deixaria passar por duas decepções a da traição e a de perder o meu grande dia. Sendo assim, aproveitaria para fazer o dia de algumas pessoas grande, ligaria para o bufê e pediria para toda a comida ser levada para um orfanato ou alguma instituição do gênero, só para saber que alguém teve um dia doce. Também me permitiria ser feliz, pelo menos não iria me casar com a criatura. Arrumaria as malas, ligaria para minha melhor amiga e tiraria as férias merecidas, para limpar a alma e recomeçar a vida. Afinal, é isso que fazemos todo dia, recomeçar. Ah, e o que faria com o cara? Mandaria uma foto com um belo sorriso para ele e o marcaria em todas as redes sociais com a seguinte legenda: ” Obrigada pela sua colaboração com as passagens. O lugar é lindo estou aproveitando muito. Espero que esteja aproveitando também, não sei para você, mas para mim, pelo menos, valeu a pena! Para mim não a vingança maior do que o de superar as dificuldades e dar a volta por cima! :)

Lilliane é sempre bom conhecer escritores nacionais. Simplesmente estou amandando seu canal. Não sei você tem parentes aqui em Sergipe, mas tem irmã gêmea perdida por aqui. rsrsrs Estou super curiosa para ler os seus livros. Afinal é indicação da Cintia, né? <3


Aug 09, 2015

Bom, sendo bem sincera… e tendo a possibilidade de responder racionalmente (aqui)….Para um relacionamento chegar a um casório o negócio é bem sério, sendo assim, eu conversaria com ele e deixaria ele esclarecer todo o caso (o conheceria o bastante para saber se menti)…Se realmente sentisse verdade em suas palavras e que ele me ama, eu casaria.

Aconteceu com ele, poderia ter acontecido comigo. Não apoio a traição, mas sei que momentos existem e pode verdadeiramente ter sido apenas deslize (e se eu tiver uma parcela de culpa na atitude dele? Vai saber…).

Não jogaria minha história por um erro do meu companheiro. (Isso, julgando que ele me ama, caso contrário, era livramento do Senhor, podes crer.)


Aug 09, 2015

Se eu descobrisse que meu noivo me traiu um dia antes do casamento, eu agiria normalmente até a hora da cerimônia, quando ele fosse me receber dos braços do meu pai logo na entrada, eu o abraçaria e diria no seu ouvido que eu sabia de tudo é que aquela morena misteriosa e mascarada com quem ele havia tido um caso na noite anterior na verdade era eu, começaria a rir da cara de espanto dele, subiria o autar rindo,mas na hora no sim, diria não, porque meu amigo traição é traição…
Mais uma vez puxaria ele para mais perto de mim e diria outra vez no seu ouvido “como eu odeio te amar seu imbecil, mas espero ansiosa até o dia que você seja também meu mascarado”…
Sairia com minhas amigas para a festa e esperaria pelo dia em que nossas vida se cruzariam de novo.


Aug 09, 2015

Bom, eu gravaria um vídeo falando pra todo mundo o que ele fez, daria pra alguém passar na hora que eu deveria entrar na igreja. Enquanto isso eu já estaria no avião indo pra lua de mel (já paga obviamente) acompanhada de alguém que tivesse paciência de ouvir tudo de ruim que eu teria pra falar sobre ele! =D


Aug 09, 2015

Cíntia, não sei nem o que dizer. Eu primeiramente sairia correndo daquele local, que provavelmente seria odioso para mim o resto da vida como queijo é para você, e iria correndo para meu dramático e simplório quarto. Deitaria na minha aconchegante cama e choraria, ficaria com muita raiva, e iria, incrivelmente, perguntar o que eu fiz para merecer isso ou o qual o motivo para ela não ter superado a vontade de simplesmente ficar com o cara durante misseras horas ao invês de pensar e agradecer por ter toda a magnitude de minha beleza e personalidade até o fim da vida dela. Pensaria isso? Sim, sou uma pessoa muito humilde. Depois de concluído está etapa do drama do momento em minha vida, eu iria tentar achar forças em mim para perdoa-la na intenção dela sentir meu amor por ela e assim se constranger, tornando a minha “vingança” em uma “vingança” do bem. Ela iria se sentir péssima por ter traído uma pessoa tão maravilhosa como eu. Ou não. Perdoaria ela também com a intenção de não carregar ressentimentos estratosféricos que poderiam me perseguir durante a vida mais que o normal e me tralmatizarem a ponto de não querer ver mais nenhum ser vivente intencionada em um minha pessoa. Perdoaria, porém não tenho certeza se prosseguiria com a cerimônia de horrores que seria esse casamento amargo. Se prossegui-se seria por operação Divina que eu diria “sim” para um critura miserável dessas. Tendo o casamento não ocorrido, provavelmente, chamaria pessoas lindas da minha família, como eu, meus amigos, os membros da igreja, meus amigos do trabalho, a minha parteira, o policial que me abordou quando estava correndo na avenida, a mulher da cantina da minha escola, meus professores da universidade que me ensinaram muito mas não me ensinaram passar por esse drama tosco, a minha tia chata que nunca parou de perguntar “e ASMENINHA HEIM?” e até os meus vizinhos para comerem juntamente comigo tudo o que tivesse na festa. E celebrariamos a tosqueira dramática que foi essa situação lamentável. Deixaria ela comer na “festa”. Fazer o quê? ela teria pago aquele desastre e desperdício de dinheiro também. Provavelmente ela iria passar só para pegar uma parcela de toda aquela comida e não conseguiria olhar para a minha linda cara de decepção e desgosto cheia de doce na boca enquanto lamentava o fato dela ter perdido alguém como eu, tão lindo e maravilhoso. Enquanto estaria comendo a terça parte de toda aquela comida iria pensar: “agora compreendo o que a Débora sentiu quando foi traida. Ainda bem que li todo o livro que a Cíntia me enviou.” Agradeceria a você Cíntia, a Lili e a Deus. Um grande abraço para vocês. ^_^


Aug 09, 2015

Talvez, após vê a cena deprimente, iria correndo, e chorando, para casa relê esse livro que eu ganhei de você, Cintia. Após lê o livro da Lili, em meu quarto escuro, úmido e dramático, tiraria minhas conclusões e saberia o que fazer dependendo de minhas reflexões sobre as atitudes da Débora. Faria o mesmo, ou totalmente o oposto, ou siplenamente diferente. Não sei. A única coisa que eu posso dizer é que qero esse livro agora. Um grande abraço. ^_^


Aug 09, 2015

Eu acho que não teria coragem de continuar o casamento e na hora do sim dizer um não e dar o troco no cara. Então eu chamaria ele e falaria que estava tudo acabado porque duas das coisas mais importantes em uma relação é a sinceridade e a fidelidade e que ele não foi sincero e nem fiel. Aí depois eu cancelaria o casamento e pegaria os doces e o bolo pra comer depois. Então, eu pegaria as passagens da lua de mel, chamaria uma amiga minha, e nós viajaríamos para o lugar agendado e nos divertiríamos muito. Aí quando nós voltássemos, eu iria comer o bolo e os doces, abrir os presentes (que as pessoas teriam dado antes do casamento) e continuaria com a minha vida.


Aug 09, 2015

Se ela não soubesse que eu sei, ficaria repetindo o quanto a amo e o quanto confio nela (como nos filmes heehhehe…) alugaria um monte de filmes sobre traição pra assistirmos juntos e ficaria dizendo que tinha certeza que ela não me trairia porque ela é uma mulher de respeito e que me ama, faria isso até a consciência dela pesar pra que me contasse tudo espontâneamente.
Depois de saber a história por ela e dependendo da traição, eu a perdoaria e a faria se arrepender pro resto da vida, todos os dias provando que a amo ;)


Aug 10, 2015

Eu avaliaria a circunstância (se foi recente, flagrante, se o amo ou se ele me ama). Mas, enquanto eu penso, pegaria o dinheiro da conta conjunta para a viagem de Lua de Mel e iria viajar sozinho pra algum lugar do mundo e refletir de lá.


Aug 10, 2015

Pra início de conversa, agir de uma forma racional é bem difícil… mas levando pra um lado “irreal” ou até mesmo cômico, eu faria o improvável. Armar planos e planos pra me vingar? Não mesmo. Qual seria o grande problema em contatar um serial killer pra fazer esse favor? Mas, às vezes, palavras e atitudes vindo de quem sofreu, talvez seja um pouco mais doloroso. Imagino que se estou prestes a casar, ele me ama e eu o amo. Traição é algo bem forte que eu não perdoaria, nem nas máximas circunstâncias e, em vão, pedidos de desculpa. Para me “vingar”, usaria o próprio amor, ele me ama, mas agora eu ainda o amo? Não mesmo, a raiva e a tristeza agora me enchem e tudo que eu penso é entregá-lo para todos, mas tenho uma idéia melhor. No dia do meu casamento, no auge da cerimônia, interrompendo o pastor, o choro de emoção, a lágrima que insiste ficar em meu olho, eu o nego como meu esposo, não porque eu não o amo, e sim porque eu não mereco alguém que não me quer logo quando deveria. Não tiro o batom vermelho. ;) (De quebra, eu pediria um docinho pra viagem.)… seria cômico se não fosse trágico.


Aug 10, 2015

Se eu fosse traído pré casamento, eu trocaria as passagens da lua de mel por uma executiva pra Las Vegas e curtiria como nunca na minha vida, porque a traição com certeza seria um sinal de que eu ainda tenho muito a aproveitar nessa vida! ;)


Aug 10, 2015

Eu ligaria para Liliane Prata e diria: Lili, eu devia ter lido seu livro para saber e o que Débora fez, pois com a ajuda de visão feminina poderia tomar um decisão mais coerente! Ou convenceria a Cintia a fugir comigo! rs… Brincadeiras à parte, o vídeo de vcs ficou mto bacana, parabéns!


Aug 10, 2015

Eu gostaria Muito de ganhar o livro, mas nao tenho argumentos pra colocar uma resposta criativa..

Esquartejamento já nao é tão novidade assim… srsrsrs


Aug 10, 2015

Ameeei a pergunta.
Bom, primeiro de tudo quero dizer que adoro seu blog e canal no YouTube.
No Início o que me chamou a atenção foram suas dicas de Inglês (sai da dúvida de qual curso faria e iniciei meu curso de Letras – Inglês graças a você) e posteriormente TODO o resto. Morro de rir com você. Teadoro, sucesso!!!

Vamos a pergunta: O que VOCÊ faria se descobrisse que seu noivo/noiva te traiu no dia antes do seu casamento?
Primeiro como toda boa mulherzinha, choraria horroooores (da meleca escorrer do nariz), depois limparia a make, ficaria linda novamente. Ligaria para aquele gatinho/amigo da faculdade que sempre me ”deu mole” e eu sempre quis pegar (no caso se fosse solteira), convidaria ele para fazer aquela viagem dos meus sonhos (que provavelmente não é a mesma da minha lua-de-mel pois o safado do meu ex-futuro-marido gastava mais dinheiro com a piriguete) e ainda deixaria uma cartinha pra ele junto com o terno que ele usaria no nosso casamento.

Na carta iria estar escrito o seguinte:
Querido ex-futuro-marido,
quando soube o que você tinha feito quis me matar e fiquei muito triste, mas somente por uns instantes, depois logo entendi que você tinha me dado o melhor presente que eu poderia ganhar: a liberdade.
Apesar de tudo, obrigada por ter me mostrado quem você é antes de eu embarcar nessa furada.
Obrigada por tudo, TUDO mesmo, inclusive a viagem pra Dubai que eu sempre sonhei, o vestido maravilhoso e carérrimo que eu sempre sonhei. Estou muito feliz nesse exato momento na piscina do Hotel 5 estrelas que reservei para mim e para o Diórgeles, aquele “amigo” da faculdade que você sempre teve ciumes (sem motivos rs). Inclusive ele também manda te agradecer, tamanha generosidade em pagar tudo com seu cartão de crédito, estamos amando.

Beijos com carinho e cordialidade,
Sua ex-futura-esposa, linda e muito bem obrigada.


Aug 10, 2015

Para nós mulheres, vingança é um prato que se come bem quente, com um bom vinho, à luz de velas e em ótima companhia.
Eu fingiria que não sei de nada, e de fato tiraria fotos dos dois juntos, fotos do flagrante.
Deixaria a cerimônia rolar, afinal foram investidos muitos euros e a festa estava prontinha pra começar..kkkkkk
Na hora do sim, pegaria o microfone, chamaria à atenção de todos, faria um lindo discurso sobre o amor e bla´blá blá.
Pediria a cada convidado que pegasse e abrisse um envelope colado embaixo de cada cadeira, todos os convidados já pensariam.
Nossa que original!!!!
Todos abririam o envelope surpresa e tcharam!!!
A foto dos dois malandrinhos seminus à mesa do escritório!!!!!
Em seguida diria!!!
Entra meninos, a festa vai começar e o meu ex noivo não está convidado.Os meus seguranças o chutariam pra fora.
Um grupo de GOGOBOYS entraria porta à dentro e me levaria no colo pro salão de festas…
Não se esqueçam que o carro dele estaria em pedacinhos à essa hora..

kkkkkkkkkkkkkkkkkk


Aug 10, 2015

O que eu faria: Leria o livro “Eu Odeio Te Amar” (num dia só) para saber o que fazer.


Aug 10, 2015

Se eu descobrisse, eu iria conversar com ele cara a cara. Ia questionar se ele teria algo para me contar, e depois revelaria o que eu presenciei vendo a falta de consideração dele por mim. Eu iria cancelar o casamento, e ia viajar por alguns dias para refletir e superar o fim do relacionamento. Não tem porque humilhar ninguém na frente de todos na igreja, ele fez isso sozinho quando decidiu me trair. Cada um no seu caminho e com sua consciência.


Aug 10, 2015

Eu passava o meu dia bem longe dela, e na hora do casamento eu tacaria o bolo na cara, não pela traição, mas porque ela me fez gastar um dinheiro do caramba pra festa, ficaria muito bravo, mas chamava a galera pra festa e depois seguiria em frente, porque não importa se VAI DAR tudo certo, esse é o legal da vida se arriscar, e no final GANHAR,
Porque na real minha vida, essa vida, essa história, ESSE LIVRO.


Aug 10, 2015

Terminava o relacionamento, escrevia uma música pra ele, gravava um clipe FODA, ganhava a estatueta do VMA e no discurso agradeceria a ele por ter me traido e me dado uns milhões de dólares, um prêmio da música e fama mundial.

P.S: (bjo especial pra Taylor Swift, inspiração para todos nós!)


Aug 10, 2015

Oi Cintia… oi oi oi Liliane. Como estão?

Então, sobre a traição um dia antes do casamento.

Primeiro eu contrataria uma pessoa que ficaria responsável em colocar o “amante” no altar, em meu lugar. Esta pessoa também convidaria todas as minhas ex namoradas e “peguetes” para sentarem bem na frente e apreciarem a cerimônia.

Depois eu viajaria no dia do evento para o país que ela mais gostaria de conhecer, mas que ainda não teve a oportunidade. Em seguida ficaria neste país (mudança de vida) e a única coisa que ela saberia de mim são fotos no insta, face, twitter… da minha vida, mostrando que as pessoas não nascem grudadas e que elas ficam juntas por interesse próprio (seja amor, paixão, carinho, afeto, confiança, amizade) e não por dependência. As aventuras são boas e certamente ela poderia fazer coisas até melhores do que traição para matar o desejo, mas junto a mim! Não vale a pena trocar algo por uma simples aventura, principalmente quando sua vida não está na zona de conforto e seu parceiro ou parceira é de fato parceiro até para apimentar a relação.


Aug 10, 2015

Na hora que ouvi a pergunta no vídeo pensei em dizer “não” na hora dos votos. Mas eu não casaria eu uma igreja e mesmo que fosse o caso, conversaria com ele antes de casar. Na hora do flagra deixaria um coisa barulhenta cair ou faria qualquer barulho “discreto” pra interromper e ver a reação dos dois, se ele nem se desse o trabalho de tentar conversar, só ia pra casa, bem p#ta. Mas não cancelaria, afinal se duas pessoas dão o passo “casamento” nas próprias vidas é porque algum sentimento tem…


Aug 10, 2015

Eu faria com que outra pessoa entrasse na igreja vestida de noiva no meu lugar (de preferência que fosse a própria amante haha, seria mais legal ainda). Todos ficariam chocados sem entender o que estava acontecendo, inclusive o noivo. E diante daquele clima constrangedor ele teria que se explicar sozinho pra “platéia”…

PS: Amo os livros da Liliane Prata, li O Diário de Débora faz tempo e hoje tenho a mesma idade que ela tem no livro novo! Quero muito ler!!! Me escolhe, Cintia! Hahaha

Beijo


Aug 10, 2015

Oi Cinthia,

O que eu faria se soubesse que fui traida, proximo a data de casamento??

Dificil heim!

Mas acho que arrumava a mala e cantava Pablo. “Estou indo embora, a mala ja esta la fora…”

Rsrsrs

Brincadeira. Primeiro eu dava um surtada, depois pegaria as malas sem o csntar Pablo, e iria sumir por um tempo. Pra curar …. podar os galhos que leverei..

Bjusss


Aug 11, 2015

Eu não apareceria no dia do casamento… Faria uma viagem e deixaria o noivo sem entender nada!!!


Aug 11, 2015

Eu daria um jeito de dar laxante pra ele pouco tempo antes da cerimônia e pediria que alguém cautelosamente trancasse as portas do local para que ele não consiga sair e acabe se borrando na frente de todos. Depois da ”cagada”, mostraria num telão as provas da traição e logo após, sairia de lá com um cara contratado bem gostosão.


Aug 11, 2015

O que eu faria se descobrisse ás vésperas do casamento que fui traída?

1- Não cancelaria a cerimônia e faria o noivo esperar por horas.
2- Com o noivo ainda no altar a minha espera, mandaria uma pessoa colocar num telão ,para que todos vejam, um vídeo que eu gravei de mim mesma, dizendo:
” Olá, meu amor. Descobri sobre a traição e depois de pensar muito no que fazer, decidi fazer um jogo. Peguei todas as suas coisas e as escondi em vários lugares diferentes. As roupas e os sapatos estão no lugar onde nos vimos pela primeira vez. Sua televisão está onde foi nosso primeiro beijo. Seu computador está onde chegamos aos finalmentes. Seu vídeo game está onde nós comemoramos nosso primeiro aniversário juntos. E o restante das coisas, incluindo os presentes que te dei, eu doei para quem precisa. Achei que gostaria do jogo, já que você gosta de procurar coisas, como outras mulheres, exemplo. Que comece a caçada.”
Depois eu me mostraria dançando numa festa cheia de homens lindos, me divertindo muito. Que tal?


    Aug 11, 2015

    Corrigindo: * Seu computador está onde chegamos aos ”finalmentes” pela primeira vez. *


    Aug 22, 2015

    Oi Daniela! Adorei a sua estratégia! Super criativa, inventou uma caça ao tesouro e tudo!! Falar tudo em vídeo também foi uma ótima idéia já que fazer essas mesmas coisas ao vivo seria bem mais tenso, hahaha! Mandei um email pra você, aguardo sua resposta :)


Aug 11, 2015

terminaria o namoro e o dinheiro que eu investia antes no namoro em jantares e cinema eu juntava e ia viajar pelo mundo, tirando muitas fotos lindas e ostentar minha felicidade. Afinal, ele precisa saber que nao preciso dele para ser feliz!


Aug 11, 2015

Eu daria um jeito de descobrir quem é a pessoa com quem ele me traiu. Então a convidaria para o meu casamento me passando pelo meu noivo escrevendo uma carta bem picante a convidando para repetir a dose com ele. Para que ela não entrasse em contato com ele, afastaria qualquer meio de comunicação (celular, notebook, etc) e o manteria ocupado dizendo que precisávamos nos concentrar para o grande dia e para isso não poderíamos nos distrair com tecnologia e outras coisas que não fossem nós mesmos. Então, na carta, eu daria um horário para ela chegar que fosse o mesmo horário que eu entraria. Deixaria tudo combinado para quando ela chegar no casamento, providenciaria um rapaz para entrar com ela, na desculpa de que ele estava ali para acomodar os convidados em seus assentos e assim que a porta abrisse, no horário em que deveria ser eu quem estivesse entrando, a grande música tocaria. Claro, ela faria cara de constrangida e veriam que como não é a noiva, a música pararia. Logo atrás, a porta se abriria novamente, só que para mim. E eu entraria linda e poderosa. Anunciaria em um microfone que seria posto ali na entrada propositalmente para mim, que não, não estava havendo nenhum engano e que a música poderia continuar tocando para que a tal fulana entrasse pois não havia possibilidade de eu me casar com ele, após os dois ficarem juntos. Anunciaria a traição para todos os convidados e diria um “Não, não irei me casar, mas ainda vai ter festa!” e assim comemoraria com meus convidados, pois estava me livrando de uma pessoa infiel.


Aug 11, 2015

Iria para o casamento como quem não soubesse de absolutamente NADA, colocaria um vestido deslumbrante, aquela maquiagem bafo, toda trabalhada no glamour, naquela cateeeegoria. A hora que o padre disser: “você aceita se casar com fulaninho?”, eu pegaria o microfone do padre e contaria nossa história de amor, em seguida mostraria a prova da traição e diria um NÃO bem dado, e ainda processava ele, pedindo indenização por danos materiais (porque com certeza não foi só ele quem pagou o casamento, foi em ambas as partes) E sairia de viagem para a Europa com o dinheiro da indenização! Beijo pro recalque. hahahahahaa


Aug 11, 2015

Ao descobrir o ocorrido, a lembrança que tenho de sua voz falando ao meu ouvido, não é a mesma depois dessa cena. Tudo se transforma em ilusão, quando tentava exprimir numa folha de papel, frases pensadas, provavelmente ditas anteriormente, um sentimento de tamanha profundidade, o qual não se é permitido compreender, ensaiar e substituir. No momento em que o deixo, ele mesmo paga por seu erro, paga além da solidão. Ele sente o verdadeiro amor. Isso o destrói completamente. O mais insensato sentimento que puni aquele que ousa desvirtuá-lo.


Aug 11, 2015

Colaria o pinto dele na barriga com super bonder.


Aug 11, 2015

Bem, primeiro procuraria saber quem teria sido, se fosse feio ou bonito o dito cujo, e esperaria a hora do falem agora ou calem-se para sempre, aí se fosse feio, primeiro eu riria (gargalharia) e falaria PQP, você me traiu com um demônio daqueles velho, agora só por orgulho nããão haverá mais casamento! Agora se for bonitinho falaria, eu estou sabendo de tudo você quer ou não quer casar comigo, (sim), então na nossa noite de nupcias tera de ter aquele gatinho também pra saber se valeu a pena! Porq sou desses!!! *-*


Aug 12, 2015

Se ele dissesse estar arrependido, primeiro, eu o daria um murro. Depois, um beijão… porque né, vale a pena perdoar.

*Amo o trabalho das duas ;*


Aug 12, 2015

Bem, provavelmente terminaria o relacionamento. Mas quanto à cerimônia, a festa e a lua-de-mel, eu daria para outro casal. Para algum casal de amigos que estivesse planejando se casar e quisesse adiantar os planos do casamento para uma cerimônia já paga e grátis para eles. Ou mesmo se eu não conhecesse ninguém que quisesse se casar, eu postaria online, faria uma campanha, divulgaria para todos que conheço até achar um casal que merecesse a festa. Depois iria na cerimônia, desejaria felicidades aos recém-casados e choraria muito por não ser eu.


Aug 12, 2015

Eu não diria nada na hora. Deixaria um bilhete bem no estilo How I met your Mother e aproveitaria minha lua-de-mel sozinha…Não que eu pense que traição seja um drama mexicano. Super concordo com a Lili… mas às vésperas do casamento não rola de perdoar. E quero ganhar este livro, já que dia 20 é meu aniver :)


Aug 12, 2015

Eu deixaria o casamento se desenrolar até a hora do: “aceita fulana como sua legítima esposa?” e diria “NÃO”. Nesse momento entraria uma outra garota, vestida de noiva que eu contratei e encenaríamos um casamento onde eu ia falar sim, e sairíamos da igreja ao som de Turn Down For What !


Aug 12, 2015

Eu contaria tudo pra família dela e organizaria a cerimonia de casamento com outra pessoa (como se fosse uma peça), e aí quando ela chegasse na cerimonia, iria me ver com outra mulher no altar “casando”…


Aug 12, 2015

Eu fingiria que nada aconteceu, depois casaria com ela e como presente de lua de mel pra minha querida esposa que me traiu, chamaria ela pra saltar de para-quedas comigo. Quando estivéssemos lá em cima, jogaria ela lá de cima sem para-quedas..


Aug 12, 2015

Simplesmente vou abandonar ela e começar uma nova relação com outra pessoa (óbvio) do zero.
Simplesmente isso.


Aug 12, 2015

Bom, eu daria o troco, é claro, casaria e, como estaria em meu território, juntava as amigas para dar uma surra nele. Após isso pegava aquele amigo bem gato e levaria para a lua de mel comigo. hehe


Aug 12, 2015

Ser traída a essa altura do campeonato merece uma vingança nas alturas também. Após conseguir provas da traição eu prosseguiria o casamento normal como se nada tivesse acontecido e na hora da festa eu faria um brinde onde agradeceria a todos e até mesmo a família do meu marido pela linda festa e pediria a todos que tirassem debaixo de suas cadeiras um “presente” meu para eles, lá estaria as fotos da traição, assim, eu poderia acabar com a imagem dele e dessa mulher (caso fosse conhecida minha) e todos saberiam por mim e não por ele, me separaria no próximo dia deixando todas as contas para ele pagar, ficar com os presentes e curtir a lua de mel com minha melhor amiga em algum lugar da Europa, postando lindas fotos no instagram, afinal, AMO ME AMAR!


Aug 13, 2015

Olá Cintia, meu nome é Thatna, tenho 16 anos, prazer !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Primeiramente queria dizer que amo seus vídeos, comecei por causa do Inglês, pois estou aprendendo inglês, ví um dos seus vídeos de Inglês, depois ví que morava no Canadá ( meu sonho é morar lá ) e continuei te acompanhando e sempre te acompanharei, amo seus vídeos e tudo mais, você é linda ! Sucesso !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Bom, sobre a pergunta, se eu descobrisse que o meu parceiro me traiu um dia antes do meu casamento, sou uma pessoa centrada, acho que não viraria uma louca e tals, nem me desesperaria, acho que adiaria o casamento, remarcava pra dias depois e diria que quero conversar com ele acerca do nosso casamento, nisso eu teria uma conversa com meu parceiro colocaria as coisas no lugar, chegaria em conclusões e tudo mais e veria se realmente íamos nos casar ou não, caso sim, gostaria de saber o motivo de traição ( vai saber que foi despedida de solteiro hahahaha) e faríamos uma aliança e promessas e viveríamos felizes para sempre , caso não, terminaríamos, e eu iria sofrer um pouco, mas não podemos obrigar ninguém a gostar da gente e também cada um tem que ser feliz como quer, então eu terminaria e viveria minha vida e meus sonhos, continuaria a seguir, porém se fosse com a pessoa atual que namoro hoje, acho que nunca mais pensaria em casar de novo hahaha pois, quando nos entregamos á alguém é de verdade , e acredito que nunca daria por alguém o que dei e dou por ele, acho que me trancaria dentro de mim, não gostaria de viver nada novo, guardaria e trancaria meu sentimento dentro de mim, porque o que dei pra ele, não daria a ninguém.


Aug 13, 2015

Eu ligaria para a Débora (personagem “Eu odeio te amar”) perguntaria para ela o que ela fez pra saber, e em vez de ir ao casamento chamaria a Liliane a Cintia pra assistir Netflix e comer alcachofras.


Aug 13, 2015

Eu ia esperar que a temperatura estivesse 6 graus celcius e ficaria em casa sentada em uma poltrona confortável, jogando meu jogo do Inside Out (falando nisso Cintia, faz um vídeo jogando que esse jogo é do capiroto), tomando chá de maça com canela, magra usando uma calça larga de pijama com um moletom quentinho e minha meia xadrez nova.
Porque não há nada que eu me importe menos do que com uma pessoa que não tem respeito por mim! =D

Beijos Cintia!
Beijos pro Mofilho!

Olha o meu Aladdin: http://www.carolcapel.com.br/2015/08/deslook-do-dia-passeando-com-o-aladdin.html


Aug 13, 2015

Pois bem,descobri traiçao no dia do aniversario dele a meia noite,liguei para parabeniza-lo e fazer uma surpresa,entao resolvi ir ate a casa dele para fazer a surpresa ja q no dia do aniversario dele ele nao me atendia o telefone,nao haviamos brigado nem nada,entao fui fz a surpresa,chegando la ele nao atendeu e quem atendeu foi uma mulher,ao qual ouviu todas as formas possiveis de palavrao e raiva de uma mulher traida,entao sai de la e nao falei nada,fiquei alguns dias e ele correndo atras tentando se explicar,entao marquei de nos ver novamente,mal sabia ele que eu tramava uma vingança hahaha,entao marquei e fomos nos encontrar,chegando la jantamos,conversamos e entao fomos para os finalmente,resolvi colocar em pratica toda a raiva de ser “corna”,esquentei o clima e entao peguei e o amarrei,pedi para vendar e o bobao acreditou,entao simplesmente disse,perai q agora é o Gran finale…e simplesmente fui embora….kkkkkk o cara passou a noite la,sozinho,somente no outro dia q a irma o viu e foi ajuda-lo…sem mais,a vingança é doce mas envenena,mesmo assim o cara ainda tentou vir atras de mim mais algumas vezes,mas nao dei moral nunca mais!foi um aprendizado q nao se deve fazer algo que nao queira q seja feito com voce!


Aug 13, 2015

Pois bem,esqueci de finalizar,estavamos noivos e com data marcada para o casamento…isso aconteceu alguns dias antes,entao a pergunta nao seria em o que eu faria,pq eu fiz mesmo..mas como me senti apos isso kkkk


Aug 13, 2015

Se eu descobrisse que fui traída, chamaria meu marido, para darmos um passeio pelo salão de festas de onde seria a festa do casamento, já com tudo arrumado, eu já maquiada, mais sem o vestido para não estragar, pois iria casar outra vez mas não com ele, aquele #$$%”! Quando chegaríamos lá perguntaria se ele tinha alguma coisa para me contar, sem resposta, estávamos em frente ao bolo de casamento, jogaria ele em cima do bolo e logo depois, e falaria que está acabado, nem ouviria ele nunca mais. Não iria ficar chorando, pois se ele me traiu não merece uma gota da minhas lágrimas. Logo após esse belo e merecido acontecimento, chamaria minhas amigas para sair e me divertir, depois de muito faladeira, iríamos fazer uma maratona de séries na Netflix com muita comida, pois séries e comida são os melhores remédios para o fim de relacionamentos.


Aug 14, 2015

Eu iria ter uma boa conversa com ele terminando tudo , cancelaria toda a festa ,viagem e depois entraria na justiça acusando-o de danos morais ( para tentar pelo menos ressarcir o gasto que tive) . Passaria um bom tempo sofrendo , trabalhando no meu ” eu ” pra tentar superar sem mágoa, rancor e usaria essa força que adquiri através da superação em ajudar aqueles que passaram pela mesma coisa ou parecida ;)


Aug 14, 2015

Bom,pra mim,não há desculpas para a traição, quando você traí alguém talvez seja um sinal que você nunca realmente amou aquela pessoa.Então se eu fosse traída alguns dias antes do meu casamento,eu… primeiramente não faria nenhuma vingança ou nada do tipo porque essa pessoa não mereceria nem mas um minuto do meu tempo, e nem um espaço no meu coração (nem mesmo por ódio).
Então,por mais difícil que fosse -ou não- iria simplesmente apaga-lo totalmente da minha vida, das minhas memorias…
E seguiria minha vida com o único objetivo de ser feliz.


Aug 14, 2015

A gente não pode dizer oq faria se descobrisse que fomos traídos dias antes do nosso casamento, pois tudo se basea em emoções , e não saberíamos o que faremos pois nunca tivemos essa amarga sensação (pelo menos eu nunca tive ) mas enfim certamente eu iria ficar muito triste e com raiva ao mesmo tempo , e logo acabaria com tudo ligaria pra família para os convidados , e diria o motivo do término do relacionamento , certamente ia queimar todas as roupas do meu noivo , me viria um ódio tão grande que eu iria sumir por um mês por vergonha do meu ex parceiro e claro que me viria aquela sensação de que tudo era um pesadelo e logo íamos nos reatar , pois o amor não acaba do dia pra noite , iria esfriar a cabeça , tentar esquece-lo e seguir minha vida pois quando amamos de verdade não traímos , e a traição não é sinal de carne fraca e sim falta de vergonha na cara respeito e amor por sua parceira , com certeza iria tentar buscar um novo amor , e ser feliz ao lado de quem realmente me ama :)


Aug 15, 2015

Eu agarraria alguém no altar, quando ambos tivéssemos lá. e sairia agarrado com essa pessoa deixando a desgraçada no altar com cara de tacho.


Aug 15, 2015

Bem se descobrisse que fui traída momentos antes do meu casamento, não falaria nada ,simplesmente o deixaria esperando por um bom tempo no altar,depois ia mandar uma linda sms pedindo pra ele sair da igreja , e eu estaria lá fora linda no teto conversível de algum carro com taça de vinho na mão , jogaria o buque nele e iria embora, e no dia seguinte mandaria os boletos com os gastos do casamento junto de um bilhete escrito “eu descobri tudo”.
Agora se já estivesse em um relacionamento quando descobri isso , ia colar cartazes pela casa inteira cm frases como: “Vc deveria saber que todo ato gera uma consequência” “uma hora a verdade vem a tona”, lotar mesmo pra q demore horas ou até dias pra ele conseguir tirar tds,e por fim no quarto diversas fotos nossas, e em cima da cama uma caixa com provas da traição dele, com uma última frase escrito Parabéns vc destruiu nosso relacionamento!
Não apareceria nem nda , o trabalho de fazer os cartazes com toda certeza iam aliviar minha raiva haha


Aug 15, 2015

O que eu faria se descobrisse que fui traída pelo meu noivo na véspera de casamento?
Se a criatura divina, denominada amante do meu noivo, fosse ao casamento por ser alguma amiga, na hora do “Sim”, desceria do altar, buscaria a criatura da amante pela mão e a coloraria no meu lugar, sentando no banco depois para assistir ao lindo casamento dos dois.
Caso a menina não fosse alguma amiga e não fosse ao casamento, simplesmente diria meus votos como se fosse ela, aceitando, e em seguida o negaria como eu mesma.


Aug 16, 2015

Para eu chegar ao ponto de querer casar é pq tenho certeza que existe amor entre as duas partes. Por isso ao descobrir a tradição, iria chorar um oceano inteiro, depois me recompor, ir atrás do noivo e pedir explicações e ir atrás da moça e dar uns bons sopapos nela e proibi-la de chegar perto de mim ou dele. E casaria normalmente e esqueceria o ocorrido. Ontem foi ele, mas poderia ter sido eu. Afinal a carne é fraca e o mundo cheio de tentações!


Aug 17, 2015

Bom , se eu descobrisse que fui traída momentos antes do casamento….GENTE P/ Q? A JIRIPOCA IA PIAR BONITO..mas claro..eu como boa atriz lá “Globo”…ia esperar até o momento crucial na igreja..e ia fazer o maiorrrrr barraco na cara de todoos os parentes…e é obvio..ia dar na CARA DA PIRIGUETE e faria ele engolir o buque:) e é claro, curtiria a festa pq já estaria tudo pago mesmo e provavelmente na conta dele HAHAHAHAAHAHA :) bjonoombro


Aug 19, 2015

Se eu descobrisse na véspera do meu casamento que fui traída eu com certeza ficaria muito decepcionada, provavelmente passaria a noite toda chorando. MAS …
No dia seguinte eu fingiria que nada tinha acontecido. Iria pro meu dia de noiva, ser cuidada e tudo mais que eu tivesse direito. No altar, na hora que o padre fizesse a fatídica pergunta eu responderia: “Não. Não aceito. Mas pergunta pra fulana porque com a provinha que ela teve ontem talvez ela queira. Mas avisa que não me responsabilizo pela qualidade do produto ;)”. Sairia da igreja convidando todos para a festa porque comida não se recusa, ainda mais de graça. Dançaria e me divertiria horrores às custas dele, mandaria o buquê pra mulher com quem ele me traiu com um cartão escrito “faça bom proveito ;)” e iria para minha lua de mel curtir :) talvez eu desse a passagem pra uma amiga, pra minha irmã ou quem sabe pra um(a) desconhecido(a) …

Ps: talvez eu mandasse um cartão postal pra ele escrito “Thank God I found the good in goodbye” (Queen B arrasando até no momento traição hahaha)


Aug 19, 2015

Se eu descobrisse que estivesse sendo traído, eu choraria por algumas horas no ombro do meu melhor amigo e levaria essa dor por um bom tempo, porem em relação ao casamento e o dinheiro… Eu combinaria com meu melhor amigo de bem na hora do fale agora ou cale-se para sempre ele entrar com uma moto na igreja e dizer “eu tenho, essa piranha te traiu ontem e eu estou aqui para salvar sua felicidade, porque melhores amigos vem antes de vadias.”, então eu pegaria o buque da mão dela, daria uma bicuda no buque e montaria na moto, depois eu e meu amigo faríamos um mochilão pela Europa com o dinheiro da festa e eu mandaria cartões postais dos lugares que visitei para ela com os dizeres, “Muito obrigado por proporcionar isso.”.


Aug 20, 2015

Provavelmente eu pegaria as passagens da lua de mel e viajaria com uma amiga, além de nunca mais aparecer na frente da pessoa e nem querer vê-la de novo. Até porque se for para sofrer que seja em algum lugar incrível com um ombro pra chorar. E também talvez até me faça esquecer da pessoa que fez tamanha babaquice e quem sabe eu não conheça outra pessoa durante a viagem, you never know, há males que vêm para bens (olha só, daria até um terceiro livro já ). Não sou do tipo vingativa, creio que cada um recebe tudo o que merece, então deixo a encargo do destino, pois já que ele me livrou de um problema futuro (que seria casar com este tipo de traste) também fará com que a pessoa pague de alguma maneira, poderia ser pior, imagine se eu descubro a traição depois de casada?


Aug 20, 2015

Na hora do casamento eu pediria pra tocar “Cry me a River”, do Justin Timberlake, dizia que era a cara dela, dizia não e saia da igreja ao som dessa música (ou de Bad Blood, da T-Swift) hahahaha


Aug 20, 2015

Geeenti, eu estou noiva atualmente, pagando um figado por mês pra poder bancar a cerimonia, e a festa. Então se eu descobrisse que fui traída, eu ia casarrr, ahhhh com td certeza do mundo, eu iria dizer o sim no altar, vestida de noiva linda e maravilhosa, pq eu sou dessas. Ai depois, somente depois eu ia fazer o escândalo compatível, além de eh claro deixar o “noivo” com a cara no chão e a cueca na mão. Kkkkk


Aug 20, 2015

Eu iria para o casamento e faria da festa uma das melhores possíveis, neste mesmo momento, cartas com provas da traição seriam enviadas para todos os familiares, além de textos meus com declarações e despedidas para as pessoa mais próximas de mim, enviaria através de correios ou intenet mesmo, depois, na lua de mel, doparia ele – antes te der qualquer relação, pois não iria suportar tê-la – e cortaria o pênis dele fora. Então, fugiria para o Marrocos simplesmente por achar esse nome engraçado – meu psicológico não estria muito bem neste momento – e o que irá acontecerá comigo você nem imagina!


Aug 20, 2015

Eu iria para o casamento e faria da festa uma das melhores possíveis, neste mesmo momento, cartas com provas da traição seriam enviadas para todos os familiares, além de textos meus com declarações e despedidas para as pessoa mais próximas de mim, enviaria através de correios ou internet mesmo, depois, na lua de mel, doparia ele – antes de ter qualquer relação, pois não iria suportar tê-la – e cortaria o pênis dele fora. Então, fugiria para o Marrocos simplesmente por achar esse nome engraçado – meu psicológico não estaria muito bem neste momento – e o que irá acontecer comigo você nem imagina!

[CORRIGIDO]


Aug 20, 2015

Enquanto arrumava minhas malas para viajar (usando as passagens da lua de mel), mandaria mensagem pra ele e para todos os convidados desmarcando o casamento. Para fazer ele se sentir mais querido, montaria uma playlist com as músicas que ele não suporta, e contrataria um carro de mensagem para ir até a porta da casa dele reproduzi-la, em dias alternados durante um mês, e em horários bem inconvenientes. Assim, além dele ficar irritado e envergonhado, ainda teria que aturar reclamações dos vizinhos.


Aug 21, 2015

Diante da pergunta “o que VOCÊ faria se descobrisse que seu noivo/noiva te traiu no dia antes do seu casamento” eu respondo o seguinte:

Sou meio explosiva, mas também não sou boba, pois xingar os dois (noivo e amante) no momento da traição seria muito fácil para ambos. Primeiramente, eu gravaria a cena do noivo me traindo para servir de prova, caso necessário. Após isso, sairia chorando, correndo para casa e contaria apenas para meus pais, no entanto continuaria organizando os últimos detalhes do casamento, com eu faria normalmente. Assim, acordaria no dia seguinte e teria meu belo dia de spar, o famoso “dia da noiva” com tudo o que eu teria direito, até mesmo o momento de me vestir lindamente de branco até que, ao ser deixada por uma linda carruagem na porta da igreja, imaginem a cena: Música tocando, portas abertas, eu linda entrando com a daminha de honra e o cafajeste lá me esperando com a cara mais cínica da face da terra. Eu sorridente, como sempre, caminhando pela igreja até chegar ao altar. Até aí tudo “normal”. Mas o que o cafajeste e o restante dos convidados não imaginavam é que meu querido pai, ao invés de me entregar para o tal noivo, me entregaria para meu ex namorado lindo, tipo Brad Pitt, que sempre foi apaixonado por mim e que acabara de aparecer no altar do nada. A cena continuaria com todos boquiabertos, a ex-futura sogra desmaiando, o ex-futuro sogro tentando acordá-la e, ao mesmo tempo, os sogros atuais se aproximando. A cerimonia, por sua vez, seguiria normalmente como se nada tivesse acontecido. Espera!!! Esqueci de dizer!!! Essa parte termina com o padre dizendo: E para maiores esclarecimentos, continuem acompanhando a cerimônia e sigam para a festa que, nas palavras da noiva, será um “abalo”. Por fim, estaria eu casadíssima com meu Brad Pitt dançando a valsa escolhida por mim, dedicada especialmente ao noivo traidor, cujo refrão afirmaria: “Ex my love, ex my love, se botar teu amor na vitrine, ele nem vai valer 1,99” e, ao mesmo tempo em que dançássemos, o vídeo da traição seria mostrado para que assim todos entendessem o motivo e continuassem aproveitando a festa. Mais uma coisa!!! Tudo isso terminaria com: E todos viveram felizes para sempre!!! Ou quase todos. The End.


Aug 21, 2015

Discretamente, tentaria tirar uma foto ou gravar um vídeo para ter uma prova. Depois, (sem que ele soubesse que eu descobri) iria propor uma conversa séria pré-casamento para cada um confessar todas as eventuais coisas omitidas feitas durante o namoro, para começar a vida de casado na estaca zero, às claras. Eu perguntaria se ele já me traiu alguma vez e se ele não contasse a verdade, mostraria a prova, daria um sermão, falaria horrores, bateria e, por fim, agradeceria por ter descoberto a tempo de impedir que eu arruinasse a minha vida casando com alguém que não iria me amar.
PS: E, sem dúvidas, faria ele me devolver TODO o dinheiro gasto nos preparativos, e gravar um video para os convidados avisando do cancelamento do casamento pelo fato de ele ser um vagabundo! haha


Aug 21, 2015

Bom, eu ficaria bastante decepcionada (obvio) porém não acho legal descontar na mesma moeda. Não o trairia. Abandonaria-o no altar e curtiria minha lua de mel leve, livre e solta. A pior resposta é aquela que não se dá. O silêncio irrita mais do que palavras e o abandono e a vergonha ele nunca esqueceria.


Aug 27, 2015

Eu seria simples,daria uma surra nele e nela.HAHA
Depois claro,daria a bola por cima e buscaria a felicidade.


Oct 16, 2015

Eu sofreria bastante ao saber, conversaria com a minha parceira sobre terminarmos para que ela pudesse se acertar e ter certeza do que ela quer, a quem ela quer ser fiel e honrar seus votos, mas, por fim, perdoaria. Os momentos marcam, mas todo passado faz aquilo que somos hoje, e quão menos agressivo eu puder tornar meu passado, menos ansioso e turbulento farei o meu futuro, mesmo as aventuras sendo boas xD


Feb 23, 2016

Cintia, tudo bom? No vídeo a Lili comenta que fez um extra contando como a Débora e o Felipe voltaram. Você sabe onde eu encontro esse extra? Livro muito bom! Beijos!


Jun 05, 2016

Legal ver vc se divertindo com uma de suas ídolas! ^^ adoro sua gargalhada, Cintia! Hahahah E interessante vc falando aqui, há aproximadamente um ano, q não tinha coragem para fazer tatuagem. Curioso como as coisas mudam, né? :) E vc vai falar mais sobre sua tatoo? Beijo!! Assim como a Lili lhe foi uma inspiração, vc da diversas vertentes para servir d inspiração tbm! ;)



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *