Inglês / 7 de abril de 2015

From A to Z – Review (A-F)

Chegou o dia! Muito obrigada por todos os comentários que vocês mandaram! Fico feliz de ver que vocês tão participando e tirando um tempinho do dia de vocês pra praticar o vocabulário novo, isso faz toda a diferença no aprendizado!

Escolhi seis posts de vocês pra corrigir e comentar aqui, vamos lá:

Victor Amaral

Gostei do seu parágrafo, Victor! A minha correção é a seguinte:

I was a fortunate chef. I used to always be recognized by my food. After a while I started to anticipate the praise but I found out that I developed a conceited demeanor. One of my clients belittled me once and said my food wasn’t edible. It was sad but it made me humble.”

Pontos principais da correção:

Tirei o “congratulations” e substituí por “praise” – pra falar sobre elogios, como imagino que você estava querendo fazer no parágrafo, a palavra “praise” funciona melhor porque significa justamente isso. “Os parabéns” é coisa da nossa língua.

Mudei um pouco a sua idéia inicial com a troca de “discovered that was a conceited demeanor” por “found out that I developed a conceited demeanor”. Primeiro porque o que você tinha escrito não fazia muito sentido no contexto, apesar de não estar errado gramaticalmente. E segundo porque, pra sua mini-história, “desenvolvi uma atitude pretensiosa” acaba passando bem a idéia de que o cara tava se achando, sabe?

As outras mudanças foram só pra dar uma fluência melhor pro texto!

O próximo:

Kellen

Ninguém merece bolo ruim, né? Minha correção:

I was very fortunate this year because my birthday was on a Saturday. I did not antecipate the surprise party my family was planning for me but everything was wonderful. Except for the cake! When my mother showed up with a pretty weird one I’m sorry to say that I couldn’t help but belittle my mom’s taste for cakes. However, in the end I discovered At least it was edible. My father was pretty conceited about the gift he bought for me but when he saw my sad demeanour he realized it wasn’t the best gift he could have given me!

Pontos principais da correção:

Preposições! Você tinha colocado “in”, e pra dia de semana é sempre “on”. É um saco isso, eu sei, mas com o tempo a gente acostuma.

Acrescentei esse “couldn’t help but belittle” só porque fica mais bonito. Mas não tava errado do jeito que você fez.

Próximo parágrafo!

Matheus Bressanini#autoajuda, brinks.

Minha correção:

Some conceited people have the habit of belittling others. Maybe it’s not even their fault, they might have been raised like that. This is, however, a terrible habit. Although some kind of people are fortunate for having a good self-esteem and not being affected by these people, it’s simply not a good attitude to have. For example, when your friend dropsa food on the floor and it’s no longer edible, you’re not going to insult him. Maybe you could even anticipate that would happen since your friend has always been little bit clumsy.

Pontos principais da correção:

“Demeanor” foi usado errado. Você tava falando sobre a atitude de um certo tipo de pessoas, até aí ok, mas não tava descrevendo nada muito específico e  “demeanor” fica meio sem propósito no contexto. Troquei por “habit”.

Mudei bastante os tempos verbais. Quando a gente fala sobre conceitos mais gerais, é sempre bom manter a linguagem mais abstrata também. Os “would” e “could” da vida ajudam bastante nisso.

Próximo!

Mariana FonsecaSimples e direta, gosto assim! Tá de parabéns.

Minha correção:

I would never have been able to anticipate how fortunate I would be at that party. My demeanor totally changed when I found that all the ornaments on the candy table were edible. Before that I was belittling the party. You know, my conceited annoying cousin was there.

Não mudei muita coisa, mas acabei trocando os tempos verbais da Mariana por uns mais chatos porque eles dão melhor sentido e fluência pro texto. Façam o teste: leiam os dois parágrafos em voz alta e me contem nos comentários depois o que acham. Mas ow, vocês tão errando muita preposição, hein minha gents?! Cenas para os próximos capítulos.

Próximo parágrafo:

Beatriz Midosi

MAS OI?! Como assim animais comestíveis mano?! Tá, boi é animal e a gente come, mas fiquei em choque mesmo assim: tem animais comestíveis na festa do chefe porque ele ama os animais? Vou ter pesadelos com isso.

A correção:

Kate: Hello, Mary. Whose are these edibles animals?
Mary: Hello, Kate. These animals belong to my boss’ birthday party. He loves animals.
Kate: Very nice. He is a fortunate man to have such great employees. How is he doing?
Mary: Sometimes he has a conceited demeanor, belittles his employees…
Kate: Really? Why are you celebrating his birthday then?
Mary: Because we need an anticipated payment at this month…
Kate: Oh! I get it

Pontos principais da correção:

Do jeito que tava antes “he is a fortunate man to his employees”, parece que ficou faltando alguma coisa. No caso porque faltou mesmo. Não sei se essa era a idéia, mas acrescentei que ele é sortudo por ter ótimos funcionários que fazem festa pro chefe.

O “how is he” não tava errado – as pessoas falam isso bastante, até. Coloquei o “doing” só pra deixar completinho.

Outra expressão que acrescentei foi o “I get it”, fica bem melhor do que “I understood”, que é português em inglês.

E o último parágrafo escolhido dessa semana:

Jennifer

Muito bom, Jennifer! Pouquíssimos erros, gostei de ver.

Minha correção:

Due to my shy demeanor some people tend to think that I’m conceited. So I feel fortunate to have real friends that don’t judge a book by its cover. They are people I can trust that will never belittle me, even if I try to improve my cooking skills and things don’t turn out as edible as they had anticipated.

Só tirei uns “that” desnecessários (não tavam errados, mas realmente não precisam estar ali) e separei a segunda frase pro texto ficar mais fácil de ler. Essa mania de colocar “that” em tudo a gente perde com o tempo, é normal.


Como eu dependo da participação de vocês pra fazer os posts das terças-feiras (tem post no blog e vídeo!), não posso deixá-los preparadinhos com antecedência como tenho feito com os posts das palavras. Não sei se vocês repararam mas o conteúdo da semana tá saindo todos os dias ao meio-dia. Palmas pra mim.

palmas do dumbledore

Virei a madrugada escrevendo, gravando e editando todo o conteúdo de hoje. Quando planejei a série From A to Z, já sabia que seria assim porque não tem jeito. Mas vocês ficam ansiosos (vide Twitter), então já vou deixar um aviso aqui pras próximas semanas: os posts de terça não vão sair cedo e dificilmente vão ter um horário certo. Também não gosto disso, mas não tem como ser diferente. Fico com tudo pra fazer na madrugada do mesmo dia, terminar enquanto o sol ainda brilha pras pessoas normais é quase impossível mas eu vou continuar tentando.

Espero que tenham gostado e que continuem participando! Amanhã começa o segundo round, a partir de onde paramos no alfabeto. E sim, os posts sairão ao meio-dia!

Clique aqui pra ver o vídeo de correção da semana, as palavras são diferentes (tavam mais difíceis, eu achei) e eu tirei uma dúvida muita gente mostrou nos comentários dos vídeos!


Tags:  From A to Z



Cintia Freitas
Sou formada em Tradução e em Marketing, gosto muito de escrever e odeio queijo. Todas as informações são igualmente importantes.




Posts Relacionados




19 Comentários

Apr 08, 2015

Cintia, faz mesmo um material sobre preposições, principalmente IN e ON. E parabéns pela iniciativa, o VEDA está incrível este ano.


    Apr 08, 2015

    Percebo que no atual momento a Cintia anda meio ocupada com o VEDA (of course, né), mas quando for fazer um vídeo das dicas de Inglês está aí uma boa dica. Esses bagulhinhos realmente confundem o nosso cérebro.


Apr 08, 2015

E eu só observo.


Apr 08, 2015

Cintia, obrigada pela dedicação ao projeto. Estou gostando muito de acompanhar e não fica tão preocupada em tudo sair no horário perfeito, acho que todo mundo tem maturidade para entender que é muito trabalho para um dia (e uma pessoa!) só. Essa semana eu perdi o prazo, mas na próxima vou tentar mandar minha frase (só não sei se vai ter tão maravilinda como as frases das pipou tudo, mas vou tentar) :D


Apr 08, 2015

In/on/at são um saco ><


Apr 08, 2015

Btw, nasci sem slot pra driver de Concisão #invejinha huauhaua


Apr 08, 2015

Então eu enviei meu paragrafo no seu video é só procurar a anninha furbys mas eu mandei no penutimo. Eu queria que você corrigice no site eu tenho 11 anos e adoro mt ingles e tambem tenho uma prova essa semana na quinta de ingles, mas eu gosto de um jeito diverfido de estudar ingles


Apr 08, 2015

Minha frase foi:

I did a defiance. But am a lot candid, my friend’s aloof, and bogus,i’m compared to him, i’m exquisite.


Apr 08, 2015

Deixei esta primeira fase passar apenas para entender como iria funcionar, na proxima participarei. Obrigado pela dedicação para conosco. Estou muito contente de ter sua ajuda em minha trajetoria ao aprender este maravilhoso idioma. Bjao! Se cuida tah!!


Apr 08, 2015

Cintia, estou adorando esta série! Parabéns!!! bjao


Apr 08, 2015

Tanto o vídeo quanto esse post foram esclarecedores!! Mesmo que a minha frase não tenha sido escolhida eu fiquei bem feliz, foi bem legal!
Agora vou me esforçar mais para fazer frases mais criativas e aí quem sabe você não escolhe minha frase. Ainda tenho esperanças hahaha


Apr 08, 2015

Sempre tive dificuldades com preposições mesmo. Por isso é sempre bom continuar escrevendo e praticando pra conhecer nossas dificuldades e melhorá-las! Nunca dá pra parar de estudar nenhuma língua. O aprendizado é eterno!

Parabéns pelo projeto e obrigada por corrigir meu parágrafo!


Apr 08, 2015

O VEDA está maravilhoso, Cintia! Como eu vi alguém dizendo no seu Twitter, você une o útil ao agradável. Além disso, explica de uma forma MUITO fácil de entender e lembrar. Espero que agora meu comentário vá, hehe. Beijossss


Apr 08, 2015

Muito obrigada por ter escolhido minha frase e pela correção.
I was flabbergasted!
Many thanks!


Apr 08, 2015

Cintia, fiquei com uma dúvida nas correções… na primeira frase, do Victor Amaral, vc substituiu “but I discovered that” por “but I found out that” já na correção da minha frase (btw vlw por escolher, foi massa participar ;D) vc substituiu “when i knew all the” por “when I found that all the”… ambas estão no sentido de “descobrir”, “ficar sabendo”… aí essa diferença do “out” de uma pra outra não entendi bem pq sei lá, na minha cabeça, “found out” passa a ideia de “descobrir” enquanto “found” sozinho passa a ideia de “encontrar”… vlw aí tô curtindo muito o VEDA e aprendendo msm! Ah, e a frase ficou bem melhor com as mudanças pra os tempos verbais mais chatinhos, faz mais sentido msm! u.ú


    Apr 08, 2015

    Essa coisa do “found” depende muito de contexto. Na sua frase, poderia ser “found out” também, mas eu aprendi que menos é mais e, se dá pra enxugar uma frase, é bom fazer. O “found”, no nosso contexto de brasileiros falando inglês, realmente acaba sendo mais comum no sentido que vc falou de “encontrar”. Mas ele serve como “descobrir” e, muita gente não sabe, mas serve pra “achar” de opinião também (I find him very funny). Não é sempre que dá pra usar assim, mas aí volta na questão do contexto. Ciclo infinito. Tem coisa que a gente só aprende de verdade com o tempo.


Apr 13, 2015

The old actor was jaded, he has rehearsed on all his leisure, but he wasn’t good enough. He wasn’t perfect. Maybe it was implying he wasn’t a good actor. He couldn’t accept that. There was only one solution: he would have to use his hoard of poison. On the debut, after kindle the torches, he interpreted a spectacle that everybody was going to remember: he drank the cup where there was poison and he left our world. His mouth was gory but, by the first time, he had been applauded.

PS: Eu não sei se deu pra entender mas, na primeira frase, o sentido de “jaded” é (ou pelo menos que tentei que fosse) de cansado mentalmente.
PS (2): Best VEDA ever!


    Apr 13, 2015

    Comentário no post errado! haha



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *