Diário / 30 de dezembro de 2011

Retrospectiva 2011

Artistas que se destacaram

Rihanna – sempre gostei dela mas, por algum motivo, esse ano ela passou a significar mais pra mim. Gosto da atitude e da maneira como ela se mantém verdadeira com o que sente. Ou pelo menos é o que parece né.

Taylor Swift – não pela música (não gosto muito), mas pela personalidade. Não dava a mínima pra ela, mas depois de prestar atenção nas letras e ver algumas entrevistas, passei a respeitá-la.

Melhores séries de TV

Lembram do meu esquema com séries de TV que expliquei ano passado? Continua o mesmo.

Modern Family – resisti um pouco pra começar a assistir, mas realmente foi uma das melhores séries de comédia que vi esse ano.

2 Broke Girls – texto bem legal. Comédia “confortável”.

American Horror Story – personagens bem interessantes e a história se desenvolve num ritmo muito bom. Assisti a temporada toda em dois dias.

Melhores músicas

What a Feeling – Alex Gaudino feat. Kelly Rowland

Renegade – Daughtry

Words I Couldn’t Say – Leighton Meester

Ghetto Love – Karl Wolf

Without You – David Guetta feat. Usher

Melhores filmes

Drive – incrível. A maneira como o silêncio foi usado nesse filme é muito diferente e a violência que se desenvolve com o decorrer do filme é inesperadamente chocante.

Bridesmaids – muito engraçado, um dos filmes melhores filmes de comédia desse ano.

Midnight in Paris – filme lindo.

Horrible Bosses – cenas simplesmente clássicas com falas que foram piada o ano inteiro.

Sucker Punch – bizarro mas muito bom. Daqueles que prendem a atenção. A fotografia do filme é muito interessante.

Harry Potter e as Relíquias da Morte (parte 2) – nem tenho palavras pra descrever. Harry Potter é Harry Potter.

Melhor evento

Nenhum foi tão memorável pra mim quanto o show dos Backstreet Boys ano passado (oi, sonho de infância realizado), mas os maiores eventos que eu participei foram o Much Music Video Awards (evento de música que acontece em Toronto todo ano) e o show do U2 (que ganhei de um seguidor no twitter!). No MMVA vi Lady Gaga, Avril Lavigne, Selena Gomez entre outros. O show do U2 foi bem intenso e mesmo não sendo fã da banda, foi bem divertido.

Gastronomia

Esse ano eu comi, conscientemente, uma fatia de queijo no meio de um sanduíche. Também fui um pouco mais além no quesito sushi (experimentei até salmão cru, veja bem). Recentemente comi brócolis (nunca tinha comido e sempre fazia cara feia quando minha mãe preparava) e incluí espinafre nas minhas saladas.

Vida virtual

A vida virtual deu uma desacelerada, acho. Fiz menos vídeos (preguiça + falta de tempo) e SINTO que passei menos tempo no Twitter (há controvérsias). Mas o blog continuou firme e forte! Postei todos os meses esse ano, pelo menos três vezes por mês! A página no Facebook também cresceu desde o ano passado.

Notícias e acontecimentos que me passaram despercebidos

Bom, esse deve ser o tópico que eu mais tenho coisa pra escrever porque o tanto de acontecimento mundial que me passa despercebido não é brincadeira não, Brasil. Ouvi muito falar de Egito e de Líbia esse ano. Como eu não sabia que ambos viviam sob regime de ditadura, também não fez muita diferença saber que tiraram os ditadores de suas respectivas ditaduras. Parece também que as revoluções não mudaram muita coisa, mas eles que se resolvam.

Mortes

Osama Bin Laden – sei lá gente, se mataram mesmo ou não, o que eu sei é que a parte mórbida do meu ser queria ter visto foto do cadáver.

Amy Winehouse – osmodinha ficaram tudo de luto. Minha única pergunta é se a morte dela por overdose foi, de fato, surpresa pra alguém.

Steve Jobs – escrevi um texto sobre morte dele e a repercussão insuportável que teve. Leia aqui.

Beto Carrero – ouvi rumores de que ele morreu mas ninguém confirmou ainda.

Piores filmes

Dream House – talvez as minhas expectativas estivessem muito altas pra esse filme, mas fiquei bem decepcionada. O trailer me fez achar que era um filme de terror e tipo, não é. Outra coisa chata foi a maneira como finalizaram a história: tudo rápido demais e previsível.

Red Riding Hood – apesar do filme ter uma boa estética, a história ficou meio idiota.

Fatos aleatórios

– Julgamento de Conrad Murray, médico do Michael Jackson: a história toda foi muito estranha, mas durante todo o processo eu sempre tive uma impressão ruim do tal médico. Embora me pareça muito idiota que um médico que tinha um rico contrato pra cuidar da vida de uma pessoa propositalmente mataria essa pessoa, nunca dá pra saber. No fim ele foi considerado culpado por negligência.

– Esse ano eu deixei de morar com os meus pais e passei a morar em Toronto. Às vezes sinto falta de casa, mas gosto daqui (apesar da falta de pão francês).

– Lancei minha carreira internacional como modelo.

– Estou fazendo um curso totalmente diferente de qualquer coisa que já fiz na vida. É interessante, estou aprendendo bastante coisa nova que espero poder usar profissionalmente no futuro. A parte chata é o povinho. Mas não vou falar muito sobre isso porque nego traduz até o que eu escrevo no Twitter pra poder falar mal de mim pelas costas. Pois é.

– O fim desse ano foi legal porque finalmente saí da toca e fui comprar um monte de coisa que eu tava precisando. No fim desse ano eu também concluí o quanto eu odeio ~ir às compras~

Considerações finais sobre 2011

Foi um ano difícil que eu ainda não superei psicologicamente (e não sei quando vou superar).

Balanço das expectativas que eu tinha pra esse ano

“Escrever um diário” – escrevi quase até a metade do ano. Meio ponto.

“Volta ao Canadá” – voltei!

“Aprimorar minhas técnicas culinárias” – se não fosse pelo último fracasso, meu saldo teria sido positivo. Fiz até bolinho de bacalhau!

“Cuidar melhor do meu cabelo” – cuidei! Tive pouquíssimas pontas duplas e da última vez que fui cortar o cabelo, o cabeleireiro disse que meu cabelo estava super saudável. #win

Expectativas e planos para 2012

Mudar desse apartamento – ou pra outro melhor ou pra uma casa.

Comprar mais roupas e sapatos – é uma questão de necessidade. Só saindo pra ver coisas novas é que eu percebi o quanto minhas roupas estão velhas e toscas.

Descobrir um novo corte de cabelo que funcione pra mim – o que não significa que eu vou mudar o meu cabelo.

Anotar TODOS os filmes que eu assistir.

Voltar a cuidar melhor das minhas unhas – eu estava sendo toda linda com as minhas unhas, passando creminhos e hidratantes e… parei! Preciso voltar.

Ufa! O post saiu em cima da hora mas até meia-noite ainda é ano velho! Aos meus leitores, muito obrigada!

Sou incrivelmente feliz por saber que vocês continuam me acompanhando por aqui. O blog já tem mais de quatro anos e, desde a criação, continua crescendo. É muito legal escrever aqui e é mais legal ainda saber que vocês gostam, divulgam e voltam mais tarde pra ver se já tem coisa nova.

Divirtam-se hoje a noite e tenham um ótimo ano novo!

 


Tags:  Retrospectiva



Cintia Freitas
Sou formada em Tradução e em Marketing, gosto muito de escrever e odeio queijo. Todas as informações são igualmente importantes.




Posts Relacionados




1 Comentário

Jun 04, 2015

Muito legal todas suas experiências! Meu 2011 foi o inferno na terra, mas hoje as coisas melhoram muito. Mas minhas más fases subiram de nível em certos assuntos.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *