Diário / 31 de dezembro de 2012

Restrospectiva 2012

Artistas que se destacaram

Blake Shelton – não necessariamente pela música, mas pela personalidade. Fala inteligentemente no The Voice, é engraçado e talentoso. Parece ser um cara legal de verdade.

Carrie Underwood – eu baixei todas as músicas de Blown Away e passei semanas sem procurar coisa nova pra ouvir. Isso em si já indicaria que o CD é bom. Quando descobri que todas as minhas músicas favoritas do álbum tinham sido escritas por ela, passei a respeitar a sra. Underwood ainda mais. Artista de verdade.

 E sim, eu gosto de música country.

 Melhores séries de TV

Escrevi detalhadamente sobre as minhas favoritas aqui, então vou só dar uma listinha rápida pra relembrar:

The Kennedys – história fantástica e muito bem executada.

The Voice USA – finalistas muito bons, produção profissionalíssima e “coaches” de verdade.

Don’t Trust the B- in Apt 23 – humor do jeito que eu gosto.

 Melhores músicas

Amnesia – Ian Carey & Rosette feat. Timbaland

Co-Pilot – Kristina Maria feat. Laza Morgan

Don’t Wake Me Up – Chris Brown

Let Me Love You – NeYo

My Kind of Perfect – David Archuleta

I Still – Backstreet Boys

Over You – Cassedee Pope (primeira apresentação)

Impossible – Fifth Harmony (primeira apresentação)

What Makes You Beautiful – Piano Guys (!!)

Melhores filmes

Compliance – o filme mexeu muito com a minha cabeça, gosto de filme que faz pensar nesse nível.

Skyfall – me fez gostar do James Bond!

Beasts of the Southern Wild – lindo (assisti essa semana, ele vai aparecer no próximo post de resenhas).

Melhor evento

Toronto Fashion Week. Foi uma experiência muito legal estar no meio daquilo como convidada e assistir desfiles oficiais. Fui como estagiária da minha faculdade então só pude escolher um horário pra ir, mas foi o suficiente. É o tipo de ambiente que tem o poder de fazer as pessoas se sentirem especiais, por algum motivo. Aquele meu dia foi extremamente caótico, eu não tive tempo de me arrumar e na verdade quase não consegui entrar por estar sete minutos atrasada. Teria sido um bom post pro blog, mas se eu tava sem tempo até de chegar em lugares, imaginem pra sentar e escrever pro blog né, Brasil.

 Gastronomia

Viciei em sashimi de salmão. Eu, viciada em peixe cru. Sem mais.

Vida virtual

Tive menos tempo. Nos dias que tinha inspiração não dava tempo de escrever, e nos dias que eu tinha tempo, eu tinha que aproveitar pra dormir. A interação no Twitter diminuiu e a do Facebook aumentou. Espero colocar tudo de volta nos trilhos ano que vem. Também tenho pensado bastante sobre o Youtube e estou querendo aumentar a minha produção de conteúdo lá. Senti falta disso esse ano e acho que o povo que me segue lá também.

Notícias e acontecimentos que me passaram despercebidos 

Como eu nunca lembro de nada, achei normal não lembrar de nada quando comecei a pensar sobre esse tópico, mas eu até depois de pesquisar sobre 2012 pra escrever alguma coisa aqui, continuei sem nada demais pra falar (esse ano realmente foi uma bosta, então?). Teve a eleição nos Estados Unidos (que na verdade eu até acompanhei, assisti debates e tudo). Alguma coisa aconteceu na Síria e eu não faço idéia do que realmente foi, a rainha da Inglaterra completou 60 anos no trono (e eu achava que meu pai passava muito tempo no banheiro) e coisas legais aconteceram no espaço: Curiosity pousou em Marte (acompanhei ao vivo) e um fulano pulou de fora da Terra pra dentro de novo (esse sim eu só fui descobrir no dia seguinte).

Mortes

Li em alguns lugares que o Beto Carrero morreu, mas não vi nada confirmado. Deve ser mais um desses boatos de Internet.
Etta James, Whitney Houston e Donna Summer: tudo as diva foram pro saco.

Piores filmes

Rock of Ages – odieeeeei tudo.

Fatos aleatórios

– KONY 2012 conseguiram fazer o Facebook inteiro não só assistir mas também compartilhar um vídeo de trinta minutos. Fizeram muito dinheiro vendendo camisetas, adesivos e o caramba do tal “projeto” pra uns dias depois, o “idealizador” da coisa sair na rua PELADO falando sozinho mais louco que uma capivara perneta bêbada em Copacabana na noite da virada do ano. Credibilidade foi abaixo de zero e nunca mais ouvi falar do assunto. História inacreditável, mesmo.
– Terminei a segunda faculdade! Pessoalmente foi um processo difícil, mas aprendi muito e descobri novos interesses e talentos que talvez se tornem uma carreira. A experiência profissional e educacional foi muito positiva. A mental e pessoal nem tanto, embora eu acredite ser capaz de transformar as merdas em aprendizado também.
– Calvin the Dog! Ele é um fofo, cada vez que acorda parece que tá maior, faz xixi e cocô o-dia-inteiro e aprendeu a dar a patinha uns dias atrás.
– Comprei uma câmera fotográfica lindona de aniversário no começo do ano. Sempre quis uma dessas.
– Outras tecnologias: todas uma merda. Celular parou de funcionar e meu laptop ainda funciona mas está literalmente caindo aos pedaços. Dei meus pulo pra conseguir me manter online, mas preciso de um computador novo que seja MEU antes que eu fique louca.

Considerações finais sobre 2012

Foi provavelmente um dos piores da minha vida, o que não significa que foi ruim pra mim. Sinto que aprendi muito sobre quem eu sou, sobre as coisas que eu não sei, sobre as que tão fora do meu controle e sobre os meus limites (ou falta deles, em alguns casos). Também comecei a me sentir “envelhecendo” esse ano, fisicamente inclusive – meio estranho, vou precisar pensar mais sobre isso antes de tirar conclusões.

Balanço das expectativas que eu tinha pra esse ano

“Mudar desse apartamento” – não mudei. Menos cinco pontos pra mim.

“Comprar mais roupas e sapatos” – comprei mais roupas que sapatos, mas como eu não estava precisando de alguma coisa específica, tudo bem.
“Descobrir um novo corte de cabelo que funcione pra mim” – eu sempre tenho medinho de mudar radicalmente, mas tava olhando meus vídeos antigos esses dias, e reparei que parece que em todo vídeo meu cabelo tá diferente. Não sei se isso significa que eu mudo mais do que eu acho que mudo ou se simplesmente não reconheço minhas mudanças como “mudanças” significativas. De qualquer modo, achei uma “stylist” (chamam cabererera disso, aqui) muito boa que parece que me entende, sempre que saio de lá com cabelo recém-cortado, me sinto bem. Da última vez eu pedi uma pseudo-franja.
“Voltar a cuidar melhor das minhas unhas” – voltei! Nas últimas semanas de aula foi difícil ter tempo pra pintar (não tinha tempo nem pra dormir), mas durante o ano, de modo geral, fui bem. Parar de tirar as cutículas foi uma das melhores decisões estéticas que eu já tomei na vida, sério mesmo.

Expectativas e planos para 2013

Produzir mais conteúdo online – vou ter mais tempo pra dedicar e estou com muitas idéias e assuntos pra desenvolver. Vai ser legal!
Comprar um computador novo – é necessidade mesmo.
Tomar menos refrigerante – eu nem gostava de Coca-Cola antes, sabe. Tem uma caixa do troço na geladeira neste momento.
Sair pra passear com o Calvin todos os dias – ele merece e precisa. Vai ser bom pra minha inspiração também.

E é isso! Acho sinceramente que ano que vem será melhor que esse que (finalmente) termina hoje. Assistam o vídeo que eu fiz desejando um feliz ano novo pra todo mundo e apresentando o Calvin pra internet!


Tags:  Retrospectiva



Cintia Freitas
Sou formada em Tradução e em Marketing, gosto muito de escrever e odeio queijo. Todas as informações são igualmente importantes.




Posts Relacionados




1 Comentário

Jun 04, 2015

É muito bom quando um ano ruim acaba! Uma sugestão, assista a serie elementary! Eu adoro, 1 e 2 temporadas no netflix. E Orphan Black, eu sinceramente parei de acompanhar por conta do Elementary, mas é muito bom.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *