Crônicas / 20 de abril de 2012

A velha sem calcinha

Era o intervalo da aula e eu decidi ir até o mercado próximo ao prédio em que eu estudo comprar alguma coisa pra comer. Se eu tivesse ficado um minuto extra escolhendo a salada, não teria passado pelo que vou contar pra vocês.

O caminho de volta é curto, então quase que imediatamente após minha inocente saída do mercado, eu avistei a cena que em breve se tornaria parte da minha vida. Primeiro senti angústia, depois uma fisgada na minha veia cômica e logo em seguida, empatia com uma pitada de dó. A conclusão de todos esses sentimentos foi pura e simples: “se eu começar a olhar para o chão nesse exato momento, me tornarei invísivel e sairei intacta”. Ledo engano.

Tratava-se de uma velhinha de cabeça branca e sobrancelha pintada de azul parada na frente da porta do prédio da faculdade que, naquele momento, representava apenas uma memória do mundo como eu o conhecia antes. A velhota tava claramente perturbada e parecia prestes a chorar. O motivo do desespero não ficou claro até que cheguei perto o suficiente para ver que, enroscada nos tornozelos ligeiramente fósseis dela, estava uma calcinha.

Horror. Comecei a suar frio porque a velha olhava pra mim com a mão estendida em pedido de ajuda e eu não simplesmente não tinha como fugir. “Quanto tempo será que ela já está andando com essa tenda de circo enrolada nas pernas, como é possível uma calcinha simplesmente cair da bunda de uma pessoa, será que eu estou pronta pra ver qualquer tipo de conteúdo que esse pedaço de pano malígno possa conter, se eu não parar pra ajudar quanto tempo será que essa velha ainda tem DE VIDA pra esperar por uma pessoa melhor que eu, por que diabo eu simplesmente não trouxe alguma coisa pra comer de casa” – pequeno exemplo das novecentas mil coisas que se passaram pela minha cabeça. Nisso, a velhinha já tava me explicando o que tinha acontecido há algum tempo e eu não tinha ouvido nem uma palavra depois do “help”. Basicamente, ela estava andando e a calcinha caiu (!).

Abaixei. Segurei a calcinha branca (ufa, pelo menos não era amarela cor de bexiga não funciona há quinze anos) e olhei pra cima: “A senhora quer que eu tire ou puxe pra cima?”, perguntei idiotamente porque ninguém me faria puxar aquele prévia de inferno pra cima. “Tira, por favor”, ela respondeu se apoiando nas minhas costas. Contando essa história aqui eu ainda não consigo acreditar que realmente parei para resolver uma situação desse nível. O estado de nó em que aquela coisa se encontrava não dá pra ser explicado cientificamente e o motivo de eu estar de joelhos no meio da rua tentando ajudar devia ser desenhado na parede de alguma caverna pra ver se as civilizações futuras conseguem entender.

Tirei a calcinha da velha guiando os pés dela pra fora do nó enquanto ela se segurava em mim e o Apocalipse começava ao nosso redor. O esforço para não demonstrar muito radicalmente o repúdio que eu sentia por estar segurando propriedade íntima de uma velhinha aleatória foi grande, mas entreguei a calcinha de volta pra ela com o melhor sorriso de compreensão que consegui projetar. Ela sorriu de volta constrangida e me agradeceu, se preparando para voltar a caminhar sabe-se lá pra onde.

Sem calcinha.

velha sem calcinha

Eu tirei a calcinha de uma pessoa na rua.


Tags:  Verídicas



Cintia Freitas
Sou formada em Tradução e em Marketing, gosto muito de escrever e odeio queijo. Todas as informações são igualmente importantes.




Posts Relacionados




61 Comentários

Mar 13, 2015

Cíntia, seu site ficou show!! Parabéns!! Ele já ta marcado como “favoritos” e vou sempre estar acessando, de olho em tudo que você posta!
Mais sucesso pra você!!
Bjos de um grande fã que te adora de montão!


Mar 13, 2015

HAHAHAHAHAHAHA que situação!


Mar 13, 2015

Essa foi ph*da!


Mar 13, 2015

Hahahah gente que história cômica! Pelo menos você foi uma boa pessoa em ajudar, e em não cair em gargalhada ou qualquer coisa do tipo. E que bom que a história não ficou pior: como a velhinha se desequilibrar, né?


Mar 13, 2015

O site ta lindo, adorei.
E a crônica é otima kkkk


Mar 13, 2015

Super normal ajudar uma senhora tirar a calcinha hahahaha


Mar 13, 2015

Seu site ficou mto bom
Cintia te desejo mto sucesso..


Mar 13, 2015

Aaahahaha MDS.. Como assim? rindo alto aqui!


Mar 13, 2015

Isso NÃO aconteceu de verdade, certo?!
Parabéns pelo site!!! Já acabei de ler todos os posts!


Mar 13, 2015

kkk’ Que situação hein,
Ótimo site continue crescendo


Mar 13, 2015

E fica a pergunta que não quer calar: “Porque a velha estava à frente da porta da faculdade?”


Mar 13, 2015

Hehehe…que situação. Fiquei imaginando: ” E quando eu vi a calcinha, estava lá, a cena que nunca irei esquecer: Uma freada na calcinha da velha. Hehehe….


Mar 13, 2015

Gente… mas só tu mesmo hein ?!
mas foi bom você ajudar a senhorinha !
Foi uma boa atitude =D


Mar 13, 2015

Caracaaa que situação meu deus kkkk


Mar 13, 2015

Muito bom, adorei.
Ansiosa para as novas crônicas.
Grande beijo


Mar 13, 2015

Lembro que li essa sua história quando você ainda tinha somente o blog e quase morri de tanto rir. Não tem como não imaginar essa cena sem ficar rindo por pelo menos uns 5min.


Mar 13, 2015

Caramba, que história… hahahaha
Ah, o site ficou ótimo!!


Mar 13, 2015

UHAUHAUHAUHAUHAU!!

Que hilário! Parabéns pelo novo site! Sucesso!


Mar 13, 2015

E só me resta perguntar:
Por que ela estava com as calcinhas arriadas?
Ashashashashash


Mar 13, 2015

Parabéns cintia como tudo que tu faz ficou ótimo esse site. Só ficou pairando uma dúvida no ar, o que tetraumatizou mais o sr. Maracujá ou a velinha sem calcinha.:)
Boa sorte nesse novo empreendimento.
Bjus :*


Mar 13, 2015

Não sabia disso ahshahahshhaha que cena hein!?
Faltou dizer: tinha mais gente observando o ocorrido?


Mar 13, 2015

Nossa, que situação! Fiquei com medo se algum dia isso possa acontecer comigo sahusahusahu.
O site ficou lindo!!!!!! Parabéns!!!!


Mar 13, 2015

HAHAHAAHHAHAH coitada!


Mar 13, 2015

Essa é uma daquelas situações que só se acredita vendo. HAHAHAHAHA


Mar 13, 2015

KKKKKKKKKK…..
Nossa Cintia, nunca eu iria olhar para seu rosto e dizer que você já tirou uma calcinha de uma velhinha,,(rsrsrsrs),
Mais parabens pela sua atitude…..
Coitada da velhinha…… ;)


Mar 13, 2015

Quem nunca?! HUEHUE
Ótima crônica!


Mar 13, 2015

Meu Deus que situação, kkkkkkkkkkk, queria ter visto sua cara, mas belo gesto, depois dessa você vai para o céu.


Mar 13, 2015

Nossa Cíntia muito bom!!! Acho que seria uma boa ideia vc escrever um livro sobre sua vida, segredos, sonhos… adoraria ler e tenho certeza que n seria a única… quem sabe n começa a escrever ele aqui mesmo.


Mar 13, 2015

Gente, mas esse site ficou numa profissionalidade que só vendo pra crer *O*

kkkkkkkkkkkkkkkkkk e que história


Mar 13, 2015

KKKKKKKKK….ganhou mais 10 anos de vida por essa ação, parabéns. O site ta zuero.


Mar 13, 2015

Será que apenas eu li esse conto pensando na Cintia o narrando??? hahaha
Parabéns pelo site, adorei!!


Mar 13, 2015

Cintia!!!você escreve muito bem, sério, dá pra levar uma leitura leve e divertida( bem pontuada também) torço muito por ti :3


Mar 13, 2015

kkkkk nossa que situação imaginei a história toda na minha cabeça rsrs…
Parabéns pelo site.


Mar 13, 2015

Rindooooo até 2050!!!!!!! :)


Mar 13, 2015

Kkk Meu Deus!


Mar 13, 2015

HAHAHAHAADBSLSG ai Cintia eu to rindo muito


Mar 13, 2015

NOSSA! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK QUE SITUAÇÃO ÓTÊMA! Morri de rir aqui ao imaginar. Nessas horas dá vontade de enfiar a cara no asfalto. KKKKKKKKKK Uma vez, quando eu era mais nova, estava brincando com uma bola na rua, e fui pra casa quicando ela.. fui tentar correr e caí de cara no chão. E a rua cheia. Imagina. KKKKKKKK Parabéns, e continue assim, Cintia!


Mar 13, 2015

MORRIIIIIIIIIIII kkkkkk


Mar 14, 2015

Muito bom. Você deveria escrever um livro. Você consegue prender a atenção das pessoas. Eu trabalho em uma livraria e sei que o seu jeito de escrever pode ganhar um público muito grande. Precisamos disso, Cintia! Você é demais!!!


Mar 14, 2015

O site está muito bacana, visualmente falando é clean e chama atenção nos detalhes, muito bom!! A crônica…hahahaha…excepcional!!


Mar 14, 2015

super normal huehueh


Mar 14, 2015

hahaha. Que situação…Ah, estou adorando o site ;*


Mar 14, 2015

Que situação magnifica! kkkkkkkkkk


Mar 14, 2015

Gente, tadinha! Já pensou que coisa horrível você andando na rua e sua calcinha cai? É quase tão ruim quanto o pesadelo mundialmente prevalente no mundo dos sonhos de ir sem calças para a escola


Mar 16, 2015

KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK RINDO ATÉ 2020!!! MTO BOM!!! XD


Mar 18, 2015

Tenho que parar de ler seus textos ou ver seus vídeos depois das 23:00. Minhas risadas não são tão escandalosas, mas vai que eu acordo alguém… xD


Mar 18, 2015

kkkkkkkk
Ótimo site! Gostei muito vou começar a te acompanhar por aqui também :)
coitada da velinha, imagina que situação horrível, mas o que me chamou atenção é que a sobrancelha dela era azul.


Mar 21, 2015

Não sei se fiquei com mais pena de você ou da velinha hahahahahahaha


Mar 28, 2015

Kkkkkkkk tem como alguém dizer que vc não é uma boa pessoa!? Vc fez uma boa ação, mesmo sendo bizarra!


Mar 30, 2015

kkkkkkkk que situação você se encontrou hein? Mds.


Apr 01, 2015

Ao menos ao escrever voce não negou o quanto a situação te deixou constrangida e que, se tivesse opção, teria se saido rs.
Gostei da sinceridade.

E estou gostando do blog também, faz tempo acompanho seus vídeos mas não sou muito assídua nos comentários no youtube, talvez aqui seja diferente já que tenho um contato especial com blogs.

Muito sucesso pra você, de coração.
Sua leitora nº1
Ananda Maciel


Apr 10, 2015

Cintia que delícia essa história, ri muito… é inacreditável que pode acontecer isso com alguém e, essa pessoa é você! Mas parabéns pela atitude! Se essa mulher era Jesus testando a sua caridade, você já ganhou o céu, eita situaçãozinha difícil!


Apr 13, 2015

kkkkkkkkkkk meu Deus! Que história, heim?
Parabéns pelo site! :D


Apr 14, 2015

Oi Cintia, tudo bem?
Fiquei com dor na barriga lendo esse texto, imaginando cada etapa. Você me diverte, menina!!


Apr 19, 2015

Oh My Gosh! Eu não acredito que isso realmente aconteceu kkkkkkkkk ‘—‘
Boa história para contar para seus netos! Kkk


Apr 30, 2015

haaahahahahahahaahahaahhahahaha q iláriiooo


May 21, 2015

HHAHAHHAHAHA que situ!

Parece as histórias doidas que a Lena Dunham conta no livro dela, rs.

Parabéns pelo blog/canal/etc!


Jul 15, 2015

kkkkkkkkkkk Tadinha


Aug 08, 2015

Cintia, eu cai, por um acaso bem grandão, no seu canal do youtube. adorei seus vlogs novos e os antigos.
Parabéns pelo seu trabalho. E obrigada por nao ter desistido em 2013 de continuar postando seus videos :)


Sep 22, 2015

Nossaaa!!! Muito bom. Te juro que chorei de rir! Sério mesmo, muitoo hilário! Parabéns pelo blog, ta muito bom mesmo! Beijão


Dec 28, 2015

Caracas, velho! Que situação maluca. E que ótimo que você a ajudou, alguns idosos ficam perdidos sem saber o que fazer e ninguém ajuda.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *